Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Humberto Costa: mortes de ?ndios est?o dentro do normal



09/03/2005
BRAS?LIA - O ministro da Sa?de, Humberto Costa, afirmou ontem (08/03) que as mortes de crian?as ind?genas em Dourados, no Mato Grosso do Sul, est?o dentro dos n?meros normalmente registrados. Costa defendeu uma a??o integrada entre a Uni?o, estados e munic?pios para lidar com quest?es ligadas aos ?ndios. O ministro considera que a desnutri??o dessas crian?as tamb?m est? ligada a problemas culturais e destacou as a??es adotadas pela Funda??o Nacional de Sa?de (Funasa) para tentar tentar resolver o problema.



"? claro que uma morte ? sempre preocupante e n?o pode ocorrer. Isso n?o ? justificativa ou explica??o, mas n?o est? se caracterizando uma mortandade maior do que nos anos anteriores", afirmou o ministro na reuni?o do Conselho Nacional de Sa?de, em Bras?lia.



Segundo Humberto Costa, foram registradas seis mortes de crian?as ind?genas por desnutri??o em Dourados neste ano. Outros dois ?bitos n?o tinham rela??o com a doen?a. Sete crian?as da cidade ainda est?o internadas no Centro de Reabilita??o Nutricional, junto com outras 31.



De 250 crian?as classificadas como desnutridas pelo Programa de Vigil?ncia Nutricional no Estado, 30% sa?ram da ?rea de risco gra?as ?s a??es integradas, de acordo com dados apresentados pelo presidente da Funasa, Valdi Camarcio.



O ministro Humberto Costa afirmou que, al?m da distribui??o de alimentos, os t?cnicos est?o ensinando os ?ndios que moram nas aldeias em Dourados a cozinhar.



"N?o adianta apenas ficarmos recebendo crian?as desnutridas e tentando salv?-las. Precisamos ter respostas com a??es integrais", disse ele, ap?s a conselheira Zilda Arns pedir mais integra??o nos projetos do governo.



Coordenadora da Pastoral da Crian?a, Zilda Arns acha que h? ´´muito ?ndio e pouca terra´´ em Mato Grosso do Sul. A Pastoral da Crian?a fornecer? a multimistura (que ajuda a combater a desnutri??o) para ser distribu?da nas aldeias.



Segundo o ministro, quest?es culturais, perda da capacidade agr?cola, alcoolismo entre os ?ndios e at? a rejei??o das fam?lias para aceitar tratamento nos centros especializados est?o entre os problemas a serem enfrentados.



Ontem foi enterrado Solivan Duarte, de um ano e tr?s meses, que estava internado num hospital de Dourados. De acordo com a Funasa, essa ? a sexta morte por desnutri??o de crian?a ind?gena na regi?o. O menino est? numa cova ao lado da irm?, Sandela, de dois anos e seis meses, que morreu no fim do m?s passado, mas n?o estava na lista das v?timas da subnutri??o.









Fonte : JB Online - 09/03/2005



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 624 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)