Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Rio Grande do Sul: médicos dos hospitais do IC-FUC, de Porto Alegre, receberão valores do acordo coletivo


Foto: Imprensa SIMERS
Rio Grande do Sul: médicos dos hospitais do IC-FUC, de Porto Alegre, receberão valores do acordo coletivo
Representantes do IC-FUC foram recebidos no SIMERS


07/07/2009
Os médicos que atuam nos hospitais de Alvorada, Cachoeirinha, Viamão e no Instituto de Cardiologia, localizados na cidade de Porto Alegre, passarão a receber o reajuste previsto em acordo do Sindicato Médico do RS (SIMERS) com o Sindicato dos Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos do RS (Sindiberf). A garantia foi dada pelo gerente de Recursos Humanos do Instituto de Cardiologia (IC-FUC), João Laureano, e pelo assessor jurídico Adair Chiapin.

O gerente do RH explica que, em novembro do ano passado, o Instituto antecipou um reajuste à categoria de 3,5%. Desta forma, será pago na folha de junho a diferença de 3,71%, para alcançar o valor integral do reajuste previsto no acordo coletivo entre médicos e a entidade patronal, que foi de 7,28%.

Ainda nos próximos dez dias, a direção do IC-FUC irá informar sobre como será feito o pagamento do reajuste integral retroativo de julho a outubro de 2008, assim como da diferença do período de novembro a maio deste ano.
Fonte : Imprensa SIMERS



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 2004 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)