Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Rio Grande do Sul: SIMERS cobra urgência na reabertura de hospitais da Ulbra em Porto Alegre



16/07/2009
A secretária-geral do Sindicato Médico do RS (SIMERS), Ana Maria Martins, acompanhou na tarde de hoje, 13, a assinatura de termo de compromisso entre a Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), Fazenda Nacional e Ministério da Educação, Estado e os municípios de Canoas, Porto Alegre e Tramandaí, para solucionar a crise na instituição. Para a médica, o acordo é um passo importante para o esclarecimento sobre o montante da dívida da Ulbra, mas é preciso acelerar a reabertura dos hospitais e dos mais de 500 leitos.

"Hoje enfrentamos a superlotação de grandes hospitais na Capital, como o Conceição e o Clínicas, e a reabertura do Luterano e do Independência poderiam ser decisivas para melhorar a assistência à população", afirma Ana Maria. A secretária geral do SIMERS ainda reforça ainda a falta que o Hospital Independência faz na rede de atendimento em traumatologia e ortopedia pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Já nesta quinta, 16, a Prefeitura de Canoas assina com a Ulbra a contratualização para repasse de recursos ao Hospital Universitário, para garantir a retomada do atendimento até a metade do mês de agosto.
Fonte : Assessoria de Imprensa - SIMERS



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1006 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)