Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Caruaru: médicos paralisam atividades por mais quatro dias



20/07/2009
Pela quinta vez, os médicos de Caruaru, em Pernambuco, paralisam as o trabalho nas atividades eletivas por conta do não atendimento das reivindicações da categoria, que incluem a valorização do trabalho médico, realização de concurso público, carreira no SUS, salário digno e condições de trabalho e educação permanente. A paralisação teve início nesta terça-feira, 21/07, e vai até a próxima sexta, 24. Foram mantidas, no entanto, as visitas aos serviços de saúde em caráter de fiscalização. Além disso, a categoria decidiu pela manutenção do movimento de estado geral de assembléia permanente.

"Esta será a nossa quinta paralisação. Continuamos lutando por valorização, realização de concurso público, carreira no SUS, salário digno, condições de trabalho e educação permanente", afirmou o presidente do Sindicato dos Médicos de Pernambuco, Antonio Jordão.

A próxima assembléia está marcada para às 19h30min desta quinta-feira, 23, no auditório da Associação Médica de Caruaru.

Coletiva

No último dia 15, durante coletiva à imprensa, as entidades médicas de Pernambucano fizeram um diagnóstico da situação em que se encontram as principais unidades de saúde. O presidente do Conselho Regional de Medicina (Cremepe), André Longo, fez questão de frisar que a gestão de Caruaru parece estar administrando cidade "como uma ilha", ou seja, "com total desassistência à população". Longo também criticou a escala dos médicos nas policlínicas e unidades de saúde, classificando-a como deficitária".

Para o presidente do Simepe, Antonio Jordão, a construção de uma nova estrutura de saúde é primordial, não só para os médicos, mas principalmente para a população, dentro dos mesmos parâmetros dos termos de compromisso assinados com o Governo do Estado e as prefeituras do Recife e Petrolina. "A valorização do médico começa pela valorização da saúde e todo profissional precisa de equilíbrio para exercer sua função da melhor forma possível", assinalou.

Confira a entrevista coletiva.
Fonte : Imprensa SIMEPE



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 729 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)