Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Minas Gerais: médicos de Betim mantêm operação "caixa zero" e marcam nova assembléia para 19 de agosto



14/08/2009
Os médicos da Prefeitura de Betim (MG) reunidos em Assembléia Geral Extraordinária (AGE), no Sindicato dos Médicos de MG (Simmed-MG), dia 5 de agosto, decidiram manter as ações propostas pela operação "caixa zero", conforme deliberado na assembléia de 8 de julho.

A operação inclui ações que impeçam, dificultem ou protelem o faturamento de procedimentos pela Prefeitura, tais como o não preenchimento da Autorização de Internação Hospitalar (AIH) e de formulários para procedimentos de alto custo, quando realizadas na rede pública".

De acordo com Amélia Pessoa, secretária-geral do Sinmed-MG, após a AGE de 23 de julho, a secretária de Saúde de Betim, Conceição Aparecida Rezende, não entrou em contato com o sindicato para discutir as reivindicações da categoria. O novo prazo dado à secretaria para uma resposta é 18 de agosto. Diante disso, uma nova assembléia foi marcada para o dia 19.

Durante a assembléia, os médicos reforçaram a necessidade de continuar registrando nos livros de ocorrência todos os casos de irregularidades graves como equipes incompletas, escalas incorretas, plantões descobertos, equipamentos danificados, falta de medicamentos, entre outras situações adversas que dificultam a assistência médica de qualidade. O sindicato vai manter ativa a busca das cópias dos livros de ocorrência das UAI´s e a atualização permanente do livro do Hospital Regional.

Os médicos sugeriram que um profissional de cada setor das várias unidades da rede pública do município relate, semanalmente ou mensalmente, o número de profissionais ausentes para que o sindicato possa fazer um mapa do número de médicos que faltam para cobrir todas as escalas. Além dos "buracos" que já existem, a situação se agrava, ainda mais, com as férias e períodos de licença, pois não existem substitutos. A categoria também reiterou a importância da não realização de hora extra para intensificar o movimento.

O departamento jurídico do Sinmed-MG vai manter proposta de notificação extra-judicial, para a Prefeitura de Betim e para a Secretaria de Saúde do município, das denúncias relatadas nos livros de ocorrência, além de encaminhamento para o CRM e Ministério Público. Além disso, já iniciou os estudos dos contracheques dos médicos para avaliar se o índice aplicado pela Prefeitura está de acordo com o divulgado, e se a forma de aplicação não vai contra o Plano de Carreira.
Fonte : Imprensa Simmed-MG



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1257 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)