Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Temporão comenta pesquisa que revela que Brasil investe pouco e gasta mal na área de saúde pública



18/11/2009
Em entrevista a rádio CBN na manhã desta quarta-feira (18/11), o ministro da saúde, José Gomes Temporão, comentou a pesquisa feita pela Fundação Oswaldo Cruz que revelou que o Brasil investe pouco na área de saúde pública e que os gastos nessa área são malfeitos.

Segundo o estudo o país gasta apenas 3,4% do seu Produto Interno Bruto (PIB) em Saúde. Nos demais países da América Latina, a média de gastos em saúde é de 4,6% do PIB. Em entrevista, Temporão confirmou os dados da pesquisa e afirmou que a maior parte dos gastos em saúde são feitos pelas famílias e pelas empresas, ao invés de serem feitos pelo Estado, como manda a Constituição. Segundo Temporão, a solução está na regulamentação da Emenda 29, em tramitação no Congresso Nacional, que vai definir o financiamento do Sistema Único de Saúde. Em 1993, o governo federal era responsável por 72% dos gastos; em 2003, o percentual caiu para 51%.

"O que vemos com clareza é que nos últimos anos a União vem reduzindo proporcionalmente a sua participação no financiamento setorial e é exatamente esta discussão que tramita no Congresso Nacional, que é a regulamentação da Emenda 29, que é em definitivo nós podermos estabelecer com clareza o ônus, a responsabilidade e a participação no financiamento do SUS pelos três entes federados," apontou o ministro.

Para a responsável pelas conclusões do estudo, a pesquisadora Maria Alicia Domínguez Ugá, a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) recomenda que os investimentos em saúde representem 6% do PIB.

"Nós gastamos mal e pouco. No Brasil, a saúde é vista como um setor de gastos em vez de ser visto como gerador de emprego e renda", afirmou a especialista durante o seminário Gastos Catastróficos em Saúde no Brasil, realizado na última terça-feira (17/11), na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo.

Veja a entrevista que Temporão concedeu a CBN, na manhã desta quarta-feira (17/11):


Fonte : Taciana Giesel, com informações da agência Brasil e CBN.



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 831 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)