Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

DF: médicos entregam pauta de reivindicações ao Secretário de Saúde



12/02/2010
O Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF) entregou ao secretário de Saúde, Joaquim Barros, a pauta de reivindicações da classe para o ano de 2010, em reunião realizada na última quinta-feira (11/02), na sede do sindicato. Com 17 itens, os médicos cobram do governo, melhoria de condições de trabalho, com a reforma de hospitais; garantia de equipamentos e medicamentos; respeito à lista de remoção e, principalmente a revisão dos contratos de terceirização e a valorização do SUS.

O Secretário de Saúde, que é nefrologista, e sua equipe, visitaram pela primeira vez o sindicato. Ele disse que vai estudar todas as propostas, mas adiantou que a prioridade de sua gestão será a valorização do SUS e assegurou que é contra o processo de privatização dos hospitais da rede pública. Muitas das propostas apresentadas pelos médicos deverão ser atendidas de imediato, como a contratação de mais médicos. 215 já foram chamados, 70% atenderam a convocação e serão nomeados imediatamente devendo iniciar os trabalhos já a partir de março.

Confira a pauta de reivindicações da classe médica:

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DA CLASSE MÉDICA
1.Operacionalizar o Comitê de Avaliação de Gestão da SES; criado pela Secretaria de Saúde para, junto com a classe médica, avaliar, sugerir e melhorar o trabalho realizado.

2. Reativar a Fundação Hospitalar do DF (FHDF) como fundação pública de direito público; para garantir maior autonomia para os hospitais.

3. Estender jornada de 40 horas aos médicos interessados, substituindo horas extras por horas contratuais e conceder jornada de 40 horas aos radiologistas.

4. Contratar os médicos aprovados em concurso, antes que o prazo de validade expire, de acordo com as necessidades, nas diversas especialidades. Promover educação continuada nas diversas especialidades.

5. Disponibilizar instalações adequadas aos repousos médicos.

6. Garantir melhores condições de trabalho com uma política de melhoria de infra-estrutura garantindo reformas das estruturas físicas danificadas dos hospitais e centros de saúde, conserto e substituição de equipamentos sucateados e a devida reposição de medicamentos e insumos básicos.

7. Garantir a ocupação de cargos privativos de médicos, em gerência de postos de saúde, chefias de equipe e de emergência médica, proibindo a nomeação de profissionais de outras áreas e de nível médio.

8. Dar celeridade aos processos de pedidos de aposentadoria e averbação do tempo de serviço insalubre com a mesma finalidade, em acordo com decisão do Supremo Tribunal Federal (STF)
Fonte : Assessoria de Imprensa do Sindmédico/DF



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1053 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)