Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Entidades médicas interditam Policlínica Oswaldo Cruz



11/03/2010
Vários setores da Policlínica Oswaldo Cruz, que está funcionando precariamente em novas instalações no prédio da antiga Unipec, à BR-364, foram interditados na manhã da última segunda-feira (8), depois de uma fiscalização realizada pelo Conselho Federal de Medicina, Conselho Regional de Medicina, Associação Médica de Rondônia e Sindicato Médico de Rondônia, que considerou o local inadequado para atendimento ao público. A equipe de inspeção constatou que, além da precariedade nas instalações elétricas e hidráulicas, a maioria dos consultórios não tem refrigeração e nem é possível atender aos pacientes observando o critério de sigilo médico.

Semana passada, quando Cremero e Simero fiscalizaram a policlínica, o diretor da unidade, Daniel Tomaz, disse que no prazo de uma semana os problemas estariam resolvidos. O que ocorreu, na verdade, conforme explicou o diretor do Conselho Federal de Medicina, Hiran Gallo, é que aumentaram as reclamações tantos dos médicos, por absoluta falta de condições de trabalho, como de pacientes. "Diante do quadro que constatamos aqui, a única alternativa é a interdição ética de vários setores para preservarmos os profissionais de saúde e também a população que procura atendimento médico", observou Hiran Gallo.

A equipe de fiscalização que estava na Policlínica Oswaldo Cruz nesta segunda-feira, composta ainda pelos conselheiros, Maria do Carmo Demasi Wanssa, Almerindo Brasil e Rita de Cássia Alves Ferreira, pelo Cremero; pelo presidente e vice, respectivamente do Simero, Rodrigo Almeida e Willian Paschoalim; e pelo presidente da Associação Médica de Rondônia, Ricardo Amaral, deixa claro que a inspeção visa unicamente proteger os profissionais de saúde e a população. Em alguns setores, como a ala de psicologia, cujos consultórios estão dentro dos parâmetros de normalidade, não foi interditada. No setor de oftalmologia, apenas um consultório ficou liberado para atendimento de emergência, já que a Policlínica é o único local de atendimento ao público na área.

Irregularidades

Entre as várias irregularidades detectadas pela inspeção do Cremero na Policlínica Oswaldo Cruz, está ausência de alvará da Vigilância Sanitária; instalações elétricas expostas colocando em risco a vida dos usurários; ausência de alvará do Corpo de Bombeiros; falta de banheiro para funcionários e para o público; consultório sem refrigeração e abertos, comprometendo o sigilo médico da consulta e sem pia com água corrente para higienização das mãos, entre outros.

Os representantes das entidades médicas Conselho Federal de medicina, Conselho regional de medicina, Associação Médica de Rondônia e Sindicato Médico de Rondônia entendem que a iniciativa de transferir o atendimento da Policlínica enquanto se constrói novo prédio e louvável, mas o Governo não poderia fazer essa transferência sem antes adequar as novas instalações às necessidades de uma unidade de saúde.

Na segunda-feira, por exemplo, o atendimento na Policlínica foi suspenso para que a Ceron instalasse novos transformadores, já que os que haviam no prédio não suportou a sobrecarga dos novos equipamentos instalados para as novas atividades.

Um relatório será feito pelo Cremero, acompanhado de fotos, e encaminhado ao Ministério Público, Secretaria de Saúde do Estado, Conselho Federal de Medicina, Ordem dos Advogados do Brasil e demais órgãos responsáveis pela fiscalização do setor de saúde.

Fonte : Cremero



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 810 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)