Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

CE: PCCV é enviado à Câmara para ser votado em regime de urgência



10/06/2010
O Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) dos médicos do hospital municipal de Maracanaú (CE) será enviado nesta quinta-feira (10/06), à Câmara Municipal para ser votado em regime de urgência. A informação foi dada na noite da última terça-feira (08/06) pelo secretário de Recursos Humanos, Aldir Cavalcante, durante assembleia geral da categoria, realizada no auditório do Sindicato dos Médicos do Estado do Ceará (SIMEC). Os médicos, revoltados com o atraso na implantação do PCCV, aprovado no final do mês de março, para vigorar a partir de primeiro de maio, ameaçaram paralisar suas atividades se o problema não fosse resolvido rapidamente.

Durante a assembleia de ontem, o secretário Aldir Cavalcante justificou o atraso apresentando algumas pendências documentais e irregularidades nos contratos de alguns médicos, que precisavam ser resolvidos. Os médicos mais uma vez aceitaram as justificativas do representante da prefeitura de Maracanaú, mas garantiram que, se o PCCS não for aprovado até quarta-feira, dia 16 de junho, a greve será automática. "No dia seguinte, quinta-feira, todos os serviços estarão paralisados", garantiram.

PCCV

A proposta aprovada propõe a divisão do PCCV em quatro classes e 12 referências. Prevê a descompressão da categoria médica e a incorporação do prêmio ao vencimento base, além do aumento da gratificação de residência médica, antes de 40%, para 50%. Com estas modificações, o médico, de acordo com o nível em que ele se enquadra, terá um aumento de salário médio que varia de 40% a 60%.

Por exemplo: um médico da classe 1, com referência B, por 20 horas semanais de trabalho, tem hoje um vencimento base de R$ 878,00. Com todas as gratificações, recebe no final um salário bruto de R$ 2.756,00. De acordo com o plano aprovado, o vencimento base deste servidor passa para R$ 2.892,50. Com as gratificações (residência, plantão) recebe no final um salário bruto de R$ 4.325,05. Para os médicos do hospital de Maracanaú, o plano ainda não é o ideal, mas já pode ser considerado um grande avanço.
Fonte : SIMEC



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1122 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)