Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

PE: médicos de Camaragibe decretam greve por tempo indeterminado



23/09/2010
Greve por tempo indeterminado. Essa foi a proposta aprovada por unanimidade na assembleia geral realizada na noite da última quarta-feira(22) pelos médicos que trabalham na rede municipal de Camaragibe (PE). Os médicos avaliaram que vez, mais uma vez, a Prefeitura não apresentou proposta definida em rodada de negociação com o Sindicato da categoria. O movimento grevista começa na próxima semana, mais precisamente, na quarta-feira, dia 30.

Serão suspensos os atendimentos nos ambulatórios, postos de saúde da família, centros médicos e maternidades. Apenas os atendimentos de emergência serão mantidos nas unidades de emergências. Além disso, serão realizadas mobilizações nos locais de trabalho e ato público, a partir das 10h, em frente ao Cemec - Centro de Especialidade Médica de Camaragibe – Av. Belmiro Correia.

De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Médicos (Simepe), Mário Jorge Lobo, tanto na rodada de negociação como no documento enviado à categoria, a Prefeitura de Camaragibe não apresentou uma proposta clara e definida em relação à Pauta de Reivindicações. "Vamos cumprir todos os procedimentos previstos em lei, inclusive comunicando oficialmente à decisão aos gestores municipais e na quarta-feira (29), os médicos de Camaragibe entram em greve por tempo indeterminado", declarou.

Os médicos denunciam que, há nove meses buscam diálogo e entendimento com a Prefeitura em relação às condições de trabalho, remuneração, produtividade e criação do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV). No entanto, o prefeito João Lemos (PCdoB), que é médico, tratou o movimento da categoria com descaso e desrespeito. A saúde do município apresenta uma série de problemas de atendimento à população. Tais como: faltam médicos e remédios, além de equipamentos quebrados, escalas incompletas, insegurança e condições adequadas para o exercício profissional.

Assista à entrevista com o vice-presidente do SIMEPE,Mário Jorge Lobo, que avaliou as reivindicações da categoria.

Fonte : SIMEPE



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1028 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)