Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RS: sindicato registra superlotação e pede agilidade na reabertura de hospitais da ULBRA



11/10/2010
Há quase um mês mobilização assegurou medida, que depende de contrato com governos

A superlotação nas principais emergências para adultos do SUS da Capital se mantém em níveis muitos elevados neste fim de semana, conforme monitoramento do Sindicato Médico do RS (SIMERS). A entidade apurou ocupação de até 225% (mais crítica nos hospitais Santa Casa, Cardiologia e Conceição), mostrando a crônica condição de funcionamento dos serviços, que acolhem pacientes de diversas regiões.

O Sindicato alerta que não há número de médicos e demais profissionais suficiente para a alta demanda. A entidade ressalta que a situação justifica agilização na reabertura dos hospitais da ULBRA em Porto Alegre - Independência (93 leitos para SUS) e Luterano (cerca de 60 dos 117 leitos para SUS).

O SIMERS integrou mobilização com OAB e Cremers, além de GHC e Clínicas e com apoio da Justiça Federal, para assegurar a retomada do atendimento as unidades. O movimento surgiu após o Sindicato considerar de calamidade pública a situação da saúde pública na Capital. A Acordo anunciado em 17 de setembro (quase um mês atrás) entre Ministério da Saúde, secretarias da Saúde da Capital e Estado e direção de saúde da ULBRA previu que a reabertura do Independência levaria até três semanas (em outubro) e a do Luterano cerca de dois meses.

No levantamento do SIMERS, a emergência do Hospital Conceição, maior do Sul do Brasil, registrava 147 pacientes internados no serviço no começo da noite deste domingo, para 50 vagas - ocupação de 194%. No Clínicas, são 108 pessoas para 49 leitos (120% acima), São Lucas da PUCRS com 24 pessoas para 15 vagas (60% acima), Cardiologia com 32 pacientes para dez vagas (220% acima) e a Santa Casa - Santa Clara, com 26 pacientes para oito leitos (225%).

Para agravar a condição de assistência, o Hospital Centenário operou entre 8h de sábado e 8h deste domingo sem traumatologista na emergência, mandando pacientes para outros hospitais - como HPS da Capital. O caso será levado pelo SIMERS ao Ministério Público estadual nesta segunda.

A situação neste domingo (10) nas maiores emergências de adultos do SUS:
> Conceição: 147 pacientes (50 vagas) - 194% acima da capacidade
> Clínicas: 108 pacientes (49 vagas) - 120% acima da capacidade
> São Lucas PUCRS: 24 pacientes (15 vagas) - 60% acima da capacidade
> Cardiologia: 32 pacientes (10 vagas) - 220% acima da capacidade
> Santa Casa: 26 pacientes (8 vagas) - 225% acima da capacidade
Fonte : Assessoria SIMERS



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1011 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)