Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Amazonas: sindicato contesta carga horária dos médicos do IML



02/02/2011
A falta de informações sobre a carga horária no concurso público que selecionou médicos para o Instituto Médico Legal de Manaus levou o Sindicato dos Médicos do Amazonas a lançar um movimento reivindicatório questionando, além da carga horária que os médicos do IML têm de cumprir, as más condições de trabalho e a falta de diretoria técnica no Instituto.

Em entrevista à Rádio FENAM, o presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas, Mário Vianna, disse que o edital do concurso não informava a carga horária que os médicos deveriam cumprir. Segundo ele, os 35 médicos convocados para o trabalho se surpreenderam quando souberam que teriam de cumprir carga horária de policial: 24h X 72 horas. Por conta desse e de outros problemas no Instituto Médico Legal, o sindicato protocolou na Delegacia Geral da Polícia Civil nesta quarta-feira, 02/02, um documento contendo as reivindicações dos médicos do IML.



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1106 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)