Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Vice-presidente da FENAM participa de debate sobre planos de saúde



07/02/2011
A Promotoria Coletiva Especializada de Defesa do Consumidor do Ministério Público Estadual de Alagoas realizou na última sexta-feira, 4, uma audiência pública sobre planos de saúde, que teve convidada a representante da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para o Nordeste, Cynthia Curado. O presidente em exercício da Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e presidente do Sinmed, Wellington Galvão, soube da audiência pelos jornais, compareceu e foi convidado pelo Procurador-Geral de Justiça Substituto, Sérgio Jucá, a participar das exposições e debates.

Na sua participação, Wellington disse que a ANS, ao longo dos últimos 10 anos, só tem tomado decisões que beneficiam os planos e seguros de saúde, em detrimento dos usuários e dos prestadores de serviços. Disse que os honorários estão defasados e que os reajustes das mensalidades cobradas aos usuários não são repassados aos profissionais, servindo apenas para aumentar os lucros da empresas. E explicou que, em todo o Brasil, muitos especialistas estão deixando de atender pelos planos de saúde, porque os honorários não compensam. Ele citou urologistas, pediatras e clínicos gerais, entre outros, além de alertar para o crescimento dessa tendência.

"Breve, a ANS não vai ter mais o que regular", disse, relatando que nos últimos 10 anos as mensalidades aumentaram 140%, três vezes mais que os honorários, enquanto a inflação ficou em 80%. Na audiência, os promotores de Justiça da defesa do consumidor, Max Martins e Denise Guimarães, relataram que em Alagoas o maior número de queixas é relacionado aos planos Unimed, Golden Cross e Excelsior.

O representante da Fenam e Sinmed elogiou a iniciativa do MPE/AL e ficou satisfeito com o número de pessoas presentes à audiência, com destaque para promotores e procuradores aposentados, que também sofrem com os reajustes e com os péssimos serviços dos planos de saúde. Ele disse que, a exemplo dos prestadores de serviços, que estão mobilizados, os usuários também precisam lutar pelos seus direitos.
Fonte : SINMED/AL



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 677 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)