Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Cremepe define normas operacionais para funcionamento dos IMLs



14/04/2011
O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco recebeu, na manhã de hoje (14), jornalistas para uma coletiva de imprensa. A pauta do encontro foi a Resolução Nº 05/2011, elaborada pelo Cremepe no último dia 06, que estabelece as regras operacionais para o funcionamento dos IMLs de Pernambuco (Recife, Caruaru e Petrolina).

Por cerca de uma hora, o presidente do Conselho, André Longo, expôs, junto com o representante da Câmara Técnica do IML – Recife, Reginaldo Inojosa, e o diretor do Sindicato dos Médicos de Pernambuco, Tadeu Calheiros, as medidas que devem ser tomadas e explicou como as mudanças devem a ser feitas.

A Resolução foi publicada no Diário Oficial da União no dia 09 de abril deste ano e dá um prazo de 90 dias até o cumprimento total das decisões por parte do Governo de Pernambuco. As mudanças propostas pelo Cremepe dizem respeito à melhoria das condições do ambiente de trabalho para os profissionais. No fim do período estabelecido, uma nova fiscalização será realizada no IML do Recife. No caso da não realização das mudanças, medidas serão tomadas.

Para André Longo, presidente do Cremepe, "os momentos sem crise devem ser aproveitados para que sejam discutidas soluções possíveis para um melhor serviço em todo o Estado". A Resolução Nº 05/2011 pode ser acessada clicando aqui.

HISTÓRICO - No dia 15 de março de 2011, o Cremepe determinou a interdição ética do setor de necropsia do Instituto de Medicina Legal do Recife (IML). Em seguida, foi elaborada uma Resolução, que, depois de publicada no Diário Oficial no dia 16 março, passou a valer em 48 horas. A sala principal de necropsias do IML só foi liberada para o exercício da medicina, no dia 28 de março, por decisão unânime da plenária do Cremepe.

Na ocasião, o presidente do Cremepe, André Longo, avaliou como positiva a medida, já que foram corrigidas as irregularidades apontadas anteriormente durante fiscalização. "As obras emergenciais feitas pelo Governo do Estado garantiram a volta das condições mínimas necessárias ao funcionamento do IML. Esperamos que haja a manutenção adequada e que não se permita a deterioração daquele equipamento público enquanto não dispomos das novas estruturas que o governo prometeu construir no Recife e no interior para melhor atender a população", afirmou Longo.
Fonte : Cremepe



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 830 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)