Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Ipasgo faz contraproposta para médicos em movimento paredista



05/05/2011
O Ipasgo enviou na última terça-feira(03/05) um ofício ao Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (SIMEGO) no qual continha uma contraproposta para a reivindicação dos médicos que se encontram paralisados.

De acordo com a proposta o instituto pede quatro meses para adequação da tabela CBHPM, reafirma o propósito de efetuar o pagamento de pessoa física referente à dezembro/2010 em agosto de 2011 e com relação ao contingenciamento das cirurgias eletivas pede um tempo de seis meses para reavaliar o assunto.

O Ministério Público de Goiás (MPGO)se manifestou também através de um ofício pedindo que os médicos suspendam a paralisação por quatro meses, quando intermediará através do CAOSAÚDE, com participação da SEFAZ, o reajuste da tabela de serviços, tendo como base de negociação a tabela CBHPM.

Durante estes quatro meses haverá reuniões regulares entre o MPGO, Comissão de Negociação dos Médicos, Representantes do SIMEGO e diretoria do Ipasgo, pra que os estudos sejam feitos com o objetivo de sucesso nas negociações ao findar deste prazo. (veja íntegra dos documentos abaixo)

Os Oftalmologistas que iniciaram um movimento paredista no dia 29 de março, deliberaram pela volta do atendimento no dia 04 de abril. Por sua vez, os Otorrinolaringologistas que decidiram iniciar a paralisação aos usuários do Ipasgo no dia 15 de fevereiro, resolveram acatar a contraproposta do Ipasgo em Assembléia Geral Extraordinária Permanente (AGEP), na noite de ontem.

Continuam paralisados os Cirurgiões Gerais e do Aparelho Digestivo, os Cirurgiões Vasculares e os Angiologistas, por decisão de AGEP, também na noite desta terça-feira e os Cirurgiões Oncológicos e de Cabeça e Pescoço que agendarão em breve uma nova AGEP para decidir os rumos de seus movimentos.

Os Cirurgiões Gerais e do Aparelho Digestivo, os Cirurgiões Vasculares e os Angiologistas desejam que o Ipasgo coloque as propostas feitas pela instituição em forma de normativa, será enviado um ofício para o instituto com o pedido das especialidades. Caso seja feito desta forma os atendimentos se normalizarão imediatamente.
Fonte : Simego



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1024 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)