Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RS: aprovado o cargo de especialista médico e jornada de 20 horas



21/06/2011
Os vereadores de Porto Alegre aprovaram, por unanimidade, o Projeto de Lei da prefeitura que cria o cargo de especialista médico e a jornada de 20 horas semanais para a categoria. As mudanças atendem a algumas das principais reivindicações dos médicos municipários da Capital e que vêm sendo negociadas pelo Sindicato Médico do RS (SIMERS) desde 2005.

A votação ocorreu na tarde desta segunda (20), no Legislativo. Dirigentes do Sindicato, que acompanharam a votação, destacaram que a iniciativa é um passo decisivo para melhorar as condições de contratação e de valorização dos profissinais. Segundo o diretor Jorge Eltz, a medida deve ajudar a manter quem já atua no setor, entre os 1,2 mil médicos municipários, e poderá retomar a atratividade para as vagas.

"Vamos continuar buscando mais melhorias na carreira, que serão mais viáveis com a criação do cargo de especialista. Estava na hora de os médicos terem um tratamento de acordo com as especificidades e complexidades de sua formação e atuação", salientou Eltz.

O projeto assegurou ainda aumento de 21% retroativo a janeiro, com a incorporação do abono repassado em 2010 à categoria de R$ 500,00. Também será aplicado o reajuste de 8,16%, sendo 7% em 2011, obtido pelos municipários de todo o quadro. O percentual restante será pago em janeiro de 2012. O projeto dos médicos ingressou na semana passada no Legislativo e teve tramitação de urgência. As comissões aprovaram parecer favorável conjunto, na semana passada, garantindo a inclusão na pauta desta segunda.

A proposta cria ainda a Gratificação de Incentivo Médico (GIM), em substituição à Gratificação de Incentivo Técnico (GIT), o que assegura um tratamento diferenciado daqui para frente. O vereador Thiago Duarte, que é médico, destacou que o PL deve ajudar a resolver a falta de médicos e motivar os profissionais existentes. "É o começo da solução do problema da insuficiência de profissionais no SUS da Capital". Dr. Raul, também médico, considerou que o projeto reestruturá a saúde, gerando condições de valorização de médicos.
Fonte : SIMERS



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1083 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)