Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

PE: demanda por UTI aumenta 70% em seis meses



07/07/2011
A demanda por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede pública em Pernambuco aumentou 70% entre janeiro e junho deste ano. Em janairo, havia uma média de 40 pacientes por dia à espera de vagas em UTI. Esse número pulou para 68 em junho, mês que registrou o maior número de requisições por leitos no ano. A grande maioria das demandas foi por vaga para UTI geral.

Esses dados integram um levantamento do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) sobre o histórico de demandas por leitos de UTI no Estado em 2011. O estudo foi apresentado nesta segunda-feira (04/07) pela presidente da instituição, Helena Carneiro Leão, em uma entrevista coletiva. Os dados são da própria Secretaria Estadual de Saúde (SES), repassados ao Cremepe graças a uma determinação judicial emitida em 2003.

O levantamento abrange as demandas por quatro tipos de UTI: a geral, a infantil, a neonatal e a de doenças infecto-parasitárias. De janeiro a junho deste ano, apenas entre março e abril a lista de espera por leito de terapia intensiva apresentou queda. Em janeiro, a demanda média por leitos de UTI foi de 40,3 pacientes por dia, passando a 55,2 em fevereiro. Em março, a média caiu para 44,2 e em abril, recuou mais um pouco, para 42,2 pacientes por dia. Em maio foi verificado um aumento agudo, 66,5, chegando a junho com 68,3 pacientes/dia.

Independentemente do mês, aproximadamente 80% da demanda de pacientes que precisam de UTI é para a do tipo geral, e a grande maioria necessita da terapia intensiva por traumatismos causados em acidentes, com destaque aos acidentes de trânsito. A segunda maior demanda é para UTI infantil, seguida pela neonatal e pela de doenças infecto-parasitárias.

Em junho, quando foi registrado o pico de requisições por vagas em UTI, 68,3 pacientes por dia, 55,3 delas foram para UTI geral, 11,5 para a infantil e 1,1 para a neonatal e a de doenças infecto-parasitárias. Mesmo em janeiro, mês com a menor demanda do ano, com a lista de espera por uma vaga em UTI de 40,3 pacientes por dia, 33,4 desses pacientes eram para UTI geral, 5,2 para a infantil, 1,7 para a neo-natal e 1,1 para a de doenças infecto-parasitárias.

A presidente Helena Carneiro Leão explicou que, com a divulgação dos dados, pretende lançar um alerta aos gestores da rede de saúda pública. Para ela, os números da fila de espera revelam não só a pequena quantidade de leitos de terapaia intensiva em Pernambuco, mas também a necessidade de se trabalhar a prevenção dos casos que levam os pacientes à UTI, principalmente os referentes a acidentes de trânsito.

Helena Carneiro Leão reconheceu o esforço para o incremento de leitos de terapia intensiva na rede pública em todo o Estado - nos últimos nove anos, a quantidade dobrou, chegando às atuais 729 vagas. Mesmo assim, ela entende como insuficiente a quantidade ofertada.

"Um Estado como o nosso contar com 729 leitos de UTI é muito pouco. Mas só ampliar o número de leitos não basta. Tem que enfrentar o problema na base. Os acidentes com motos, por exemplo, hoje são uma questão de saúde pública. É preciso trabalhar mais a prevenção dos acidentes de trânsito e interligar a rede hospitalar, que vai levar à diminuição dessa lista de espera", afirmou ela.

A presidente informou que os dados do levantamento do Cremepe serão repassados ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e à SES. Ela disse que irá propor aos dois órgãos a formação um grupo de trabalho, com a participação do Conselho, para debater a ampliação do número de leitos de UTI e ações preventivas.

Duas propostas que a presidente considera como primordiais são a instalação de mais leitos de UTI no interior e a implantação da carreira de Estado para médicos. "Com isso, os profissionais podem se interessar a trabalhar no interior, sabendo que terá um plano de cargos e carreira pela frente", avaliou.
Fonte : Cremepe



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 730 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)