Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Pró SUS: novo requerimento é apresentado na tentativa de mudar a realidade da saúde pública brasileira


Foto: Fernanda Lisboa
Pró SUS: novo requerimento é apresentado na tentativa de mudar a realidade da saúde pública brasileira
Para deputado Arnaldo Jordy, saúde também se trata de um problema de Direitos Humanos, não podendo jamais ser banalizado.


25/08/2011
O retrato da saúde pública no país é sempre um tema de grande preocupação e debate. A humanização da assistência nessa área é uma demanda atual e crescente. Diante dos últimos acontecimentos, foi apresentado um novo requerimento (106/11) na reunião da Comissão Nacional Pró-SUS, realizada nesta quarta-feira (23), em Brasília. Por iniciativa da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados junto com as entidades médicas, a proposta visa criar um grupo de trabalho no intuito de conhecer de perto e assim levantar dados reais sobre a realidade nos hospitais de urgências médicas do Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo o deputado Arnaldo Jordy (PPS/PA), relator da ação juntamente com o deputado Domingos Dutra (PT-MA), o Brasil não pode conviver com uma situação trágica, em que o cidadão desprovido de recursos, que merece atenção prioritária do Estado, não consiga preservar o bem maior e natural que é a própria vida. Por isso, de acordo com o parlamentar, também se trata de um problema de direitos humanos, não podendo jamais ser banalizado.

"Qual é aquele que vai poder tentar salvar a vida? Nós temos assistido na imprensa os casos de pessoas que recorrem a uma unidade de urgência e acabam morrendo sem serem atendidas, como também depoimentos de profissionais da saúde, que muitas vezes têm de escolher entre pacientes em situação terminal", assinalou Jordy.

Representantes da categoria médica apoiaram a iniciativa e vão fazer o possível para a efetivação da mesma.

"A nossa expectativa é poder trazer entidades da sociedade civil, a Ordem dos Advogados do Brasil, o Ministério Público, Conselho Nacional de Justiça e Conselho Nacional de Enfermagem, para montar um grupo plural. A partir daí, visitar os estados e produzir um documento final que seja representativo da situação encontrada e levar aos três Poderes. O objetivo é sensibilizar e forçar providências no sentido de melhorar esta realidade dramática da atenção à saúde, principalmente na urgência e emergência no nosso país", declarou o Secretário de Comunicação da FENAM, Waldir Cardoso.

A próxima reunião para acompanhamento do trabalho está prevista para o dia 31 de agosto. Espera-se que as articulações aconteçam e que seja elaborado um primeiro cronograma de visitas. João Pessoa, capital da Paraíba, pode ser o ponto de partida.

Dados de estudo realizado no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES)

- De cada 10 brasileiros, 8 dependem do Sistema Único de Saúde.
- A população brasileira acima de 65 anos demanda quatro vezes mais internações do que a média da população.
- Em 2007 existiam 5.193 hospitais gerais, dos quais 534 são prontos-socorros gerais, 1.234 hospitais especializados e 133 prontos-socorros especializados, correspondendo a 4,4% dos estabelecimentos de saúde do Brasil.
- O perfil do financiamento público da assistência médico-hospitalar apresentou uma redução significativa. Caiu 21,59% de 1995 a 2005.
Fonte : Fernanda Lisboa



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1059 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)