Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar




Palavras-chave

Presidente anuncia em cadeia de rádio e TV programas para melhorar a saúde



09/11/2011
A presidente Dilma Rousseff convocou na última terça-feira (08) a rede nacional de rádio e televisão para falar sobre os programas SOS Emergência e Melhor em Casa, ações na área de saúde anunciadas, pela manhã, no Palácio do Planalto, em uma cerimônia com presença de governadores dos estados.

O programa SOS Emergência prevê parcerias com hospitais privados para melhorar o atendimento de emergência da população. "Vamos criar um novo padrão de qualidade para as pessoas que procuram as nossas emergências", disse a presidenta no pronunciamento com duração de oito minutos.

Já o programa Melhor em Casa pretende garantir o tratamento de doenças já diagnosticadas em casa. A meta é que, até 2014, o programa tenha mil equipes de atenção domiciliar e 400 de apoio atuando em todo o país. As equipes multidisciplinares, formadas por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeutas, vão levar atendimento a casa das pessoas com necessidade de reabilitação motora, idosos, pacientes crônicos sem agravamento ou em situação pós-cirúrgica.

No pronunciamento, a presidenta reconheceu que os dois programas devem ter resultados no longo prazo e ressaltou que o governo está encarando um desafio grande no atendimento de emergência. "São programas importantes e de implantação complexa que não vão resolver da noite para o dia os nossos problemas".

Dilma discorreu sobre os números da saúde no Brasil, que, segundo ela, quando citados nas esferas internacionais, surpreendem os governantes de outros países. "O Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes que encarou o desafio de oferecer atendimento de saúde para todos".

Segundo ela, dos 190 milhões de brasileiros, 145 milhões dependem exclusivamente do SUS para obterem tratamento de saúde. Isso significa para o sistema de saúde, 1 milhão de internações e 500 milhões de consultas ao ano.

"Já ouvi algumas pessoas dizerem que é como enxugar gelo", disse a presidenta ao se referir aos programas.
Fonte : Agência Brasil



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 642 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)