Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

SP: médicos paralisam atividades nesta quinta-feira


Foto:
SP: médicos paralisam atividades nesta quinta-feira
A categoria reivindica a implantação do piso salarial da Fenam.


17/11/2011
Uma nova paralisação dos médicos do Estado está sendo realizada nesta quinta-feira, 17 de novembro. Este é o segundo protesto dos médicos em menos de um mês (o primeiro aconteceu dia 25 de outubro). A categoria reivindica a implantação do piso salarial da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), de R$ 9.188,22, para 20h semanais.

O salário inicial do médico no Estado de São Paulo é de R$ 414,30. Com gratificações e outros "penduricalhos" chega a R$ 1.559,24. "Sem acordo com o governo estadual, os médicos não têm outra saída a não ser protestar", avalia João Paulo Cechinel Souza, secretário de Imprensa do Simesp. Os servidores também pedem o cumprimento da promessa feita pela administração estadual de implantar, ainda este ano, o Plano de Carreira, Cargos e Salários para os médicos (PCCS).

Ribeirão Preto

Em Ribeirão Preto os médicos mantêm a greve iniciada em 29 de junho. A categoria pede equiparação salarial com os profissionais do Hospital Estadual de Ribeirão Preto e a Mater (dois outros hospitais públicos estaduais).

Assembleia

Nesta quinta-feira também haverá uma assembleia de avaliação da mobilização na sede do Sindicato, às 20h.
Fonte : SIMESP



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 891 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)