Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

SC Saúde: negociação evolui, mas médicos decidirão em assembleia sobre credenciamento



01/12/2011
O Conselho Superior das Entidades Médicas de Santa Catarina (COSEMESC) segue com a recomendação aos médicos de que decidam em assembleia no dia 7 de dezembro, às 20h, na Associação Catarinense de Medicina (ACM), em Florianópolis, sobre o credenciamento ou não ao SC Saúde. A decisão foi tomada na quarta-feira (30/11) após reunião com representantes do plano de saúde dos servidores públicos estaduais.


Os auditores do SC Saúde, Rafael Mendes e Sammy Lima Gonçalves apresentaram aos representantes médicos as alterações realizadas na classificação de valores, conforme havia sido solicitado em reunião na semana passada. "Evidentemente que eles tiveram um grande empenho em melhorar o que havia sido apresentando. Só que ainda não recomendamos que os médicos façam a adesão ao plano. A adesão ou não é uma recomendação que será deliberada na assembleia do dia 7", orienta o presidente do Sindicato dos Médicos do Estado de Santa Catarina (SIMESC), Cyro Soncini.


O presidente da ACM, Aguinel José Bastian Júnior frisou que as Entidades Médicas levantam a bandeira da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM). Frisou que é em cima dos valores preconizados na classificação que os representantes médicos seguirão com a luta na defesa do trabalho médico. "O COSEMESC defende que o SC Saúde seja bom para os servidores. E isso passa necessariamente pela remuneração médica. Queremos que o plano e o atendimento sejam excelentes", destacou.


O vice-presidente do SIMESC, Vânio Lisboa lembrou que quem está assumindo o plano dos servidores públicos estaduais tem que arcar com as responsabilidades envolvidas nesse processo. "Não é possível aceitar plano novo com remuneração velha. Por isso a importância dos médicos participarem da assembleia do dia 7. Até lá esperamos que alguns pontos questionados na reunião de quarta-feira tenham sido vencidas. Não somos contra o plano e nem contra os servidores. A discussão tem essa preocupação. Remunerar bem para atender melhor", encerra.
Fonte : SIMESC



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1227 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)