Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Livro resgata a história da medicina pernambucana



05/01/2012
A história da medicina pernambucana foi enriquecida na noite da última terça-feira (27/12), com o lançamento do livro "170 anos História & Contribuição Social", edição comemorativa da Associação Médica de Pernambuco (Ampe). O evento festivo reuniu representantes de entidades, cooperativas e sociedades de especialidades, na entrada principal da Ampe. O trabalho foi organizado pela Editora Universitária, em 12 textos e faz uma retrospectiva dos primórdios da medicina, da medalha Maciel Monteiro, da imprensa médica, do sindicalismo e da atuação da associação em parceria com o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) e Conselho Regional de Medicina (Cremepe).

A presidente da Ampe, Silvia Carvalho, destacou que a história da medicina no estado se confunde com a trajetória da entidade cuja fundação ocorreu em 1841. "Temos raízes no passado que se projetam para futuro. Nossa história médica e nossa associação são muito ricas", enfatizou.

Para o presidente do Simepe, Silvio Rodrigues, vários personagens da medicina pernambucana ganham vida no livro que revela também fatos e curiosidades interessantes. "Não há dúvidas que o conjunto dessas contribuições inseridas no documento forma um painel científico e social bastante significativo", assinalou.

"Com muita determinação, a associação tem preservado seu passado memorável, vivendo o presente em toda sua plenitude, adaptando-se às transformações do grande avanço tecnológico e científico e com o olhar voltado para o futuro" comentou a presidente do Cremepe, Helena Carneiro Leão.

Vale ressaltar que o fundador da Associação, Antônio Peregrino Maciel Monteiro, era um homem de sociedade que exalava seu perfume de lavanda inglesa por salões elegantes, além de ser um ótimo sonetista. " O livro é um olhar sobre a história da medicina pernambucana. Tem fôlego, muita densidade", frisou a médica psiquiatra Maria de Albuquerque.

Hoje, a Ampe mantém-se ativa, engajada às entidades médicas estaduais e nacionais na luta pelas grandes bandeiras da categoria médica: implantação da CBPHM – Classificação Hierarquizada de Procedimentos Médicos, projetos de interesse da medicina, escolas médicas de qualidade, ampliação da Residência Médica, fortalecimento do o SUS e assistência de qualidade. Anualmente, outorga a Medalha de Mérito Maciel Monteiro a três médicos que pela sua atuação técnica, ética e humanística tenham se destacado.
Fonte : Simepe



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 614 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)