Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RN: partos são retomados com a prestação do serviço dos anestesiologistas



06/01/2012
Após três dias sem realizar partos que necessitem de profissionais da anestesiologia, a Casa de Saúde Dix-sept Rosado (CSDR) teve o atendimento do setor de obstetrícia normalizado nesta quarta-feira (4). Os 11 anestesiologistas ligados à Clínica de Anestesiologia de Mossoró (CAM) decidiram retomar a prestação do serviço pelo Sistema Único de Saúde (SUS) apenas em relação aos partos.

Conforme o diretor da CSDR, André Néo, às 6h de ontem a realização de partos na única unidade de referência da região foi retomada. No entanto, os anestesiologistas solicitaram que os procedimentos de obstetrícia fossem realizados em outro centro cirúrgico da Casa de Saúde Dix-sept Rosado.
"Conversei com o representante da categoria, o anestesista Ronaldo Fixina, e ele assegurou que os plantões com a presença de um profissional serão agora retomados. Agora vai fluir normalmente o atendimento da obstetrícia. Acertamos que por enquanto os partos cesarianos deverão ser realizados no centro cirúrgico do térreo da CSDR. Isso porque o principal centro cirúrgico passará por uma reforma e dentro de 15 dias os procedimentos serão novamente no antigo setor", explica André Néo.

A mudança de centro cirúrgico é necessária para garantir o suporte de equipamentos para realização dos procedimentos anestésicos.
Durante o período da paralisação da categoria, que iniciou no último dia 1º de janeiro, 32 gestantes deixaram de ser atendidas no que se refere à realização dos partos na Casa de Saúde Dix-sept Rosado.

Cerca de 40 cirurgias eletivas deixam de ser feitas em Mossoró devido a greve dos especialistas

Desde a paralisação dos anestesiologistas, iniciada em 1º de janeiro, cerca de 40 cirurgias eletivas deixaram de ser feitas no Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró (COHM) e Instituto de Neurocardiologia do Hospital Wilson Rosado.
Segundo o diretor administrativo da CAM, o anestesiologista Ronaldo Fixina, em média todo dia 10 cirurgias eletivas deixam de ser realizadas. "Esse volume diário de cirurgias varia um pouco. Tem dia que há mais e outros menos, mas geralmente são cinco por dia em cada uma dessas unidades hospitalares", reforça Ronaldo Fixina.

De acordo com o anestesiologista, a normalização do serviço depende ainda de posicionamento formal por escrito da Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM), assegurando o pagamento do acréscimo, o chamado Plus de 100% em cima do valor pago pelo procedimento na tabela do Sistema Único de Saúde (SUS).
"Nós estamos aguardando o documento da Prefeitura assegurando que irá cumprir plenamente com o contrato firmado no ano passado e que tem vigência até julho deste ano. Assim as cirurgias eletivas permanecem suspensas até segunda decisão da CAM", ressalta Ronaldo Fixina.

O especialista destaca ainda que os profissionais querem garantias de que a Prefeitura não irá voltar atrás da decisão de pagar o valor integral. "Um dia, a Prefeitura diz que não vai pagar e no outro diz que vai pagar. O que garante que daqui a pouco a Prefeitura não muda de opinião novamente?", questiona.
Ronaldo Fixina enfatiza que a decisão da Prefeitura, que eles entendem como a quebra de contrato, foi o estopim para a paralisação. "Nós queremos melhores condições de trabalho sim. Mas não vamos ser hipócritas e dizer que ficamos satisfeitos em trabalhar sem saber se vamos receber pelos serviços", diz o anestesiologista.
Fonte : SINMED -RN



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 944 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)