Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

SC Saúde: assembleia aprova proposta do plano de saúde



07/02/2012
Em assembleia geral realizada nesta segunda-feira (06/02), na Associação Catarinense de Medicina (ACM), em Florianópolis, os médicos decidiram, por maioria, que a categoria está liberada para aderir ao SC Saúde. O presidente da FENAM, Cid Carvalhaes, foi a Santa Catarina participar da assembleia.

"Entendemos que esgotamos todas as possibilidades de negociação com a secretaria estadual de Administração e que a adoção da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), vigente e plena até dezembro de 2014, é uma grande conquista dos médicos. Colocamos em votação a desobstrução para os médicos e eles entenderem que a proposta é vantajosa. Pensamos no todo, não na individualidade. Aquele médico que entender que o plano não é favorável, que opte por não se credenciar", afirmou o presidente do Sindicato dos Médicos (SIMESC), Cyro Soncini.

"Santa Catarina é o primeiro Estado do Brasil onde a CBHPM vigente é implantada. Tivemos o primeiro paradigma quebrado. A tabela plena é outro paradigma que vamos quebrar futuramente", disse Agnel Bastian Junior, presidente da ACM e coordenador do Conselho Superior das Entidades Médicas (COSEMESC).

Para o presidente do Conselho Regional de Medicina (CREMESC), Ricardo Polli, a remuneração justa significa trabalho médico com dignidade. "E também um trabalho com ética, porque o médico que busca melhor remuneração está preocupado com o atendimento a seu paciente".

Após quatro meses de intensas negociações, as entidades médicas entendem que conquistaram uma vitória para a categoria. "Negociar com o governo não é coisa fácil e o que conseguimos é emblemático. Com a adesão ao SC Saúde, agora teremos condicões de lutar com os planos de saúde que nem nos chamam pra negociar", encerra Cyro Soncini.

Os representantes nacionais Cid Carvalhaes, presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Roberto Luiz D’Avila, presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Murilo Ronald Capela, vice- presidente sul da Associacão Médica Brasileira (AMB), e Luiz Augusto Borba, presidente do Sindicato dos Médicos da Região Sul (SIMERSUL) também participaram do evento.

A proposta

Governo comprometeu-se em pagar CBHPM vigente, no litoral, com redutor de 18% o que resulta na consulta, por exemplo, o valor de R$ 52,68 e no interior do Estado com redutor de 3,25%, remunerando R$ 62,15% por consulta.


Grupo Unidas

Na mesma assembleia os médicos confirmaram que darão continuidade à suspensão no atendimento aos usuários dos planos de saúde do grupo Unidas. Desde 10 de janeiro, os médicos não atendem aos mais de 20 planos administrados pela Unidas. A proposta agora, com a questão do SC Saúde resolvida, é de reforçar a participação dos médicos em mais essa mobilização por melhor remuneração dos planos de saúde.

Transmissão on line

Pela primeira vez, o COSEMESC transmitiu uma assembleia pela internet em tempo real. Por meio dos sites das entidades, centenas de médicos puderam acompanhar o evento pelo computador. O objetivo foi fazer com que os profissionais impossibilitados de comparecer ao local também recebessem informacões de forma imediata. Antes do fechamento da assembleia, mais de 4,7 mil page views haviam sido registrados, com média de 100 médicos online durante as mais de três horas de assembleia.
Fonte : SIMESC, com edição de Denise Teixeira



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 824 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)