Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar




Palavras-chave

MG: sindicato mobiliza categoria para a nova AGE



14/02/2012
Após enviar a pauta de reivindicações 2012 dos médicos da rede pública de Betim, o Sindicato dos Médicos de Minas Gerais convoca a categoria para uma nova ASSEMBLEIA GERAL, dia 16 de fevereiro( 5ª feira), às 19 horas, na sede do Sindicato.

O objetivo é dar continuidade ao movimento reivindicatório da categoria e definir novas ações que possam pressionar os gestores a dar um retorno oficial quanto aos pleitos dos médicos. Segundo o diretor, César Miranda, "o sindicato reafirma seu compromisso em defender a classe médica e vai persistir em várias frentes de atuação, sem esmorecer mesmo com os grandes embates e obstáculos que se apresentem durante este ano".

O Sinmed-MG destaca a todos os médicos que atuam na rede pública de Betim que sua presença é essencial para garantir um 2012 de conquistas para a categoria e se não houver mobilização, não há como pressionar os gestores e garantir uma efetiva força do movimento.

Pauta de reivindicações 2012

A pauta dos médicos da Prefeitura Municipal de Betim contempla itens comuns às campanhas salariais da região metropolitana, definidos em assembleia realizada no dia 1º de dezembro.

I- Melhoria nas condições de trabalho


A- melhoria das condições de trabalho com garantia de equipes completas de serviços, com realização de concurso público para preenchimento das vagas;
B- garantia da disponibilidade constante de medicamentos, materiais e equipamentos médicos em todas as unidades de saúde;
C- relação adequada do número médico/paciente em todas as unidades de atendimento; e promoção de ações em conjunto com os órgãos competentes de forma a garantir condições mínimas de segurança para servidores e usuários em todas as unidades de atendimento;
D- garantia de mais segurança aos usuários e servidores das UAIS mediante a utilização, em horário integral, de prteios e seguranças aloados em postos específicos para cada unidade de atendimento; nomeação de médico coordenador de plantão para Hospital Regional de Betim, ao qual competirá receber os contatos de pedidos de transferências de pacientes graves das UAIS, possibilitando a organização adequada do fluxo de pacientes;

II- No aspecto salarial, os médicos reivindicam a recomposição dos vencimentos básicos correspondente ao salário mínimo profissional defendido pela Fenam, de R$9.813 para 20 horas semanais; cálculo dos adicionais sobre o salário base; e extensão dos benefícios conquistados aos médicos contratados, aumento de adicional de final de semana para R$ 300,00

III- Os médicos também pedem limite máximo de 2 mil habitantes por grupo de PSF, conforme campanha da SBMFC - "2 mil nós damos conta"; e repasse integral dos valores estabelecidos na Portaria 3839, do MS, de 7/12/2010, para os médicos titulados em Medicina de Família e Comunidade.

Outros pleitos:


- Pagamento dos adicionais, gratificações e abonos nas férias, licença médica e 13º salário;
- Garantia da progressão por escolaridade que implique na mudança de níveis no Plano de Cargo, Carreira e Vencimentos do município;
- Criação de comissão permanente visando à discussão e implantação de melhores condições de trabalho;
- Revogação do artigo 8º, inciso II, da Lei Municipal 4.874/2009;
- Regulamentação da atividade de docência/preceptoria, conforme capítulo 6, artigo 21 da Lei Municipal 2708, que trata do PCCV da saúde;

No Hemominas, médicos se mobilizam

Sinmed-MG convoca os médicos do Hemominas para a primeira assembleia de 2012 com o objetivo de elaborar a pauta de reivindicações. A AGE vai acontecer dia 16 de fevereiro, 19 horas, no sindicato.

Na última assembleia, dia 2 de agosto de 2011, em assembleia geral extraordinária, os médicos do Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais (Hemominas) voltaram a discutir a questão das triagens dos doadores. Segundo eles, não houve retorno ao segundo ofício enviado ao CRMMG sobre a questão.


Os médicos insistem que a triagem é um ato médico. No entanto, o Conselho Federal de Medicina, em documento enviado ao Hemominas, em 30 de maio deste ano, informa que "o ato pode ser realizado por profissional de nível superior sob a supervisão dos médicos".

Trabalham hoje na Hemominas cerca de 150 médicos. A pauta da categoria, construída em assembleia dia 12 de julho/2011, contempla equiparação imediata do vencimento básico com os médicos da Fhemig e reenquadramento na carreira por escolaridade, considerando nível 3 os médicos com residência e especialização.

Fonte : SINMED-MG



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 814 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)