Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RS: atraso na abertura de UPA da Capital preocupa Sindicato



28/02/2012
O jornal Metro, do grupo Band, destacou na manchete da edição desta segunda (27) o atraso na abertura da UPA da zona norte, que já está com o prédio quase pronto, mas depende da instalação de equipamentos. A vice-presidente do SIMERS, Maria Rita de Assis Brasil, lamentou que mais um serviço que foi prometido tem o seu funcionamento adiado." Do mesmo mal do atraso sofrem os hospitais Independência e Luterano, cuja reabertura é aguardada desde 2011, mas nem o município e nem os gestores das instituições assumem um prazo de quando isso será possível.

"O Estado é o mais atrasado no cronograma de implantação das UPAs. É um reflexo de como é mal gerida a saúde na capital e no Estado", afirmou a dirigente. O RS tem apenas uma UPA em operação, em Novo Hamburgo. O projeto, que conta com investimento da União, do Estado e do município, foi lançado por Lula e reforçado pelo Governo Dilma, que recentemente cortou R$ 5 bilhões do orçamento para a saúde em 2012.

Confira a íntegra da reportagem do Metro:

PA da Zona Norte tem atraso de cinco meses

Prevista para estar pronta em setembro do ano passado, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Zona Norte ainda não tem data para funcionar. A unidade está à espera dos equipamentos necessários à sua operação, que devem ser adquridos pela prefeitura. Só assim a UPA poderá auxiliar na redução dos atendimentos de emergência do Hospital Conceição, que recebe pacientes de cidades como Alvorada, Cachoeirinha e Gravataí.

A UPA é resultado de uma parceria entre União, governo estadual e prefeitura de Porto Alegre. O prédio, orçado em R$ 3,48 milhões, está praticamente pronto. Mas de acordo com informações do GHC (Grupo Hospitalar Conceição), que fará a gestão do complexo, o pregão para a compra dos equipamentos ainda não saiu do papel. "Precisa de tudo, desde computadores até equipamentos de raio-X, respiradores e leitos hospitalares", diz o superitendente do GHC, Neio Lúcio Fraga Pereira. Só depois disso é que o hospital poderá entrar para fazer a gestão da unidade.

A expectativa de Pereira era de que a UPA pudesse estar funcionando entre abril e maio deste ano, quase nove meses depois da previsão inicial. A unidade, com capacidade para cerca de 600 atendimentos diários, está projetada para ter 17 leitos adultos e quatro pediátricos. A vice-presidente do SIMERS (Sindicato Médico do RS), Maria Rita de Assis Brasil, criticou a demora em colocar a estrutura para funcionar. "O Estado é o mais atrasado no cronograma de implantação das UPAs. É um reflexo de como é mal gerida a saúde na capital e no Estado", afirmou. O RS tem apenas uma UPA em operação, em Novo Hamburgo.

A secretaria municipal da Saúde, responsável pela compra dos equipamentos, não atendeu aos pedidos de entrevista.

A estrutura:
O que a UPA poderia fazer pelos pacientes da Zona Norte de Porto Alegre?
- Com capacidade para 600 pronto atendimentos de baixa e média complexidade, ajudaria a desafogar a emergência do Conceição – maior hospital da região.
- A UPA Zona Norte é de porte 3, maior previsto pela portaria que criou o sistema em 2009. A União destinou R$ 2,6 milhões ao projeto. O governo gaúcho aportou mais R$ 800 mil.
- A unidade terá 11 leitos adultos, dois para isolamento e quatro da chamada emergência vermelha – no total, 17. Além disso, terá quatro leitos pediátricos, seis consultórios clínicos, um odontológico e um para cirurgias de emergência.
- A compra dos equipamentos é atribuição da prefeitura de Porto Alegre, que ainda não finalizou o modelo de pregão que será adotado.
Fonte : SIMERS



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 936 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)