Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar




Palavras-chave

MG: assembleia geral de trabalhadores conta com o apoio e participação do sindicato



16/03/2012
Em defesa de uma remuneração digna para os médicos e demais servidores de Contagem, o Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed-MG) convida você, médico da rede pública de Contagem, para participar da assembleia geral dos trabalhadores, que vai acontecer na próxima 3ª feira, dia 20 de março, a partir das 8h30, na Praça São Gonçalo.

O protesto, organizado pelo Sindi-Saúde Contagem e apoiado pelos demais sindicatos do município, quer pressionar os vereadores para a não votação do PL que vai conceder como reajuste salarial apenas a reposição do INPC acumulado de maio de 2011 a abril de 2012. Após a AGE, os trabalhadores vão se concentrar na porta da Câmara Municipal.

O Sinmed-MG destaca sua participação no protesto e reitera que a presença dos médicos é fundamental pois reforça a luta em defesa de um reajuste salarial digno para os servidores.

Na semana passada, um grupo de trabalhadores estiveram reunidos na Câmara Municipal de Contagem com a Comissão Externa de Saúde. Ao questionarem sobre a possibilidade de apresentar uma emenda ao projeto, o presidente da Câmara lembrou que os vereadores não podem legislar sobre questões financeiras do Executivo, e ofereceu a Tribuna Livre da Câmara para as reivindicações da Saúde, na próxima semana, quando a proposição será votada em primeiro turno.

Reivindicações dos médicos

Os médicos tiveram apenas 6.3% de reposição salarial no ano passado, mas continuam a sua luta por um reajuste digno, tendo como meta, a longo prazo, o piso da categoria estipulado pela Fenam, no valor de Rc$9.813, para jornada de 20 horas.

Entre outros pontos da pauta de reivindicação de 2012 estão a concessão de auxílio-alimentação e a revogação do artigo 5 da Lei Complementar número 96, aprovada em 3 de dezembro de 2010. O artigo corta gratificações dos médicos do PSF e urgência que tiverem mais de 10% de faltas, mesmo que justificadas, em dois meses de trabalho. No ano passado, a única conquista em relação ao assunto foi a aprovação recente de um decreto que exclui das condições de descontos situações como licença maternidade, licença paternidade, férias, internações até 15 dias e atestados superiores a 15 dias. Os médicos insistem, no entanto, na revogação completa do artigo, independentemente do tempo e da doença.

Nas reuniões, os médicos têm-se mostrado dispostos a manter o movimento durante o ano todo, "atacando" todos os pontos que precisam ser melhorados urgentemente em Contagem no campo da saúde.

Assembleia geral dos trabalhadores de Contagem

Dia 20/3- 3ª feira- 8h30- na Praça São Gonçalo.
Fonte : SINMED-MG



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 784 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)