Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

MG: pauta já está nas mãos do secretário e sindicato aguarda reunião



19/03/2012
Os médicos da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte e Hospital Odilon Behrens participaram, nos dia 6 e 15 de março, das primeiras assembleias da campanha 2012. Como no ano passado foi acordado com a PBH um reajuste de 20%, contemplando quatro parcelas de 5% em 2011 e 2012, os médicos decidiram que este ano o foco será nas condições de trabalho.

Segundo o diretor do Sinmed-MG, André Christiano dos Santos, este é o momento de mostrar que os médicos não estão apenas preocupados com os salários. "A realidade do dia-a-dia das unidades é muito desgastante e a população não tem o atendimento que merece", disse.

A pauta de reivindicações já está nas mãos do secretário municipal de Saúde, Marcelo Teixeira Gouvêa, que ainda não encontrou espaço na agenda para conversar com o sindicato.

Segundo o diretor André, os médicos têm pressa, porque alguns itens da pauta dependem de projeto de lei, que só poderá ser votado na Câmara até seis meses antes da data das eleições municipais. Uma nova Age foi marcada para o dia 27 de março.



Pontos da pauta

• Reajuste do adicional de insalubridade

• Implementação imediata da proposta construída pela Comissão de Reclassificação de Risco das Unidades

• Implementação imediata de política efetiva para o baixo-risco

• Reformulação da lei que trata da Progressão por Escolaridade, no aspecto que trata dos cursos à distância

• Melhora da ergonomia das unidades

• Estabelecer claramente a política de população adscrita por esquipe, lembrando que a proposta da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade é de 2 mil pessoas por equipe.

• Efetiva liberação dos profissionais para participarem do PEP (Programa de Educação Permanente)

• Discutir o Protocolo de Manchester com readequação da sua implantação na rede básica da PBH. Interromper o processo de implantação até um acordo efetivo com os trabalhadores da rede.

• Garantia de não punição do servidor em caso de não cumprimento de metas do contrato interno de gestão e do PMAQ.

• Convocação imediata dos aprovados no último concurso

• Construção imediata das novas UPAS, conforme já propagandeado pela PBH

• Evitar a formação de equipes de referência nos Centros de Saúde

• Garantia do funcionamento adequado do prontuário eletrônico da PBH e de sua adequbilidade para o uso diário

• Reorganização dos fluxos dos exames de urgência para as UBS

• Modernização das impressoras e sistema de informática das unidades.
Fonte : SINMED-MG



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 836 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)