Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

SC: médicos reforçam atendimento nas UPAs nesta quarta-feira em Florianópolis



19/03/2012
Atividades nos postos de saúde serão suspensas durante todo o dia para reforçar luta pela suspensão de desconto ilegal na gratificação do PSF e reajuste de 15%



Os médicos da prefeitura de Florianópolis suspenderão os atendimentos nos mais de 50 postos de saúde da capital na próxima quarta-feira, 21 de março. Diferente das outras duas paralisações realizadas este ano, os médicos reforçarão o atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) norte e sul a partir das 9h30 de quarta-feira. "O objetivo é não sobrecarregar estas unidades de saúde, tendo em vista que a população já sofre pela falta de médicos e não pode ser ainda mais prejudicada. Também realizaremos ações educativas preventivas", informa a 2ª secretária do Sindicato dos Médicos do Estado de Santa Catarina (SIMESC), Ana Cristina Vidor.


De acordo com a dirigente sindical, a mobilização integra o calendário de atividades dos médicos que negociam a suspensão de desconto ilegal na gratificação do Programa de Saúde da Família (PSF) e o reajuste de 15% na mesma gratificação. As conversas ocorrem desde maio do ano passado e mesmo tendo tido avanço nos últimos meses, ainda não há previsão de uma reposta positiva por parte do município.


Ana Vidor lembra que o desconto ilegal é o responsável pela saída de mais de 100 médicos da rede municipal da capital nos últimos meses. "Os médicos não têm interesse em se fixar no município. Além da saída desse grande contingente de profissionais, a prefeitura foi obrigada a realizar outros concursos para tentar preencher o quadro. Essa rotatividade também gera outro problema. Não cria o vínculo médico-paciente fazendo com que o usuário do sistema tenha dificuldades em dar continuidade a seu tratamento", lembra.


Além de reforçar o atendimento nas UPAs pela parte da manhã, os médicos realizam a partir das 13h, mobilização em frente à secretaria municipal de Saúde, na Trindade. Às 16h, também na SMS, realizam assembleia geral para definir rumos do movimento.

Essa é a terceira paralisação dos médicos em menos de um mês.



Programação

9h30- Unidades de Pronto Atendimento (UPAs norte e sul) – reforço nos atendimentos e atividades educativas em frente às unidades.

13h- concentração dos médicos em frente Secretaria Municipal de Saúde

16h- Assembleia Geral na Secretaria Municipal de Saúde.
Fonte : SIMESC



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 855 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)