Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RS: prefeita de Lajeado recebe plano de carreira



11/05/2012
Nesta última quarta-feira (dia 9), a prefeita de Lajeado, Carmen Regina Pereira Cardoso, recebeu das mãos do presidente do SIMERS, Paulo de Argollo Mendes, o projeto de plano de carreira para os médicos. Ela estava acompanhada do secretário municipal de Saúde, Renato Specht, e do procurador do município, Marcelo Caumo, em seu gabinete. Na oportunidade, a chefe do Executivo garantiu que irá dar atenção à proposta sindical, cujo objetivo é atrair generalistas e especialistas para as cidades do interior e fixá-los lá. "Vamos estudar, pois trata-se de uma luta válida e importante", disse.

O secretário também viu com bons olhos a iniciativa. Em Lajeado, por exemplo, todos os 58 médicos da rede básica são terceirizados, e a prefeitura aplica 17% dos seus recursos na saúde. "Qualificar a forma de contratação é essencial, mas precisamos de um olhar global", comentou, lembrando a responsabilidade do Estado em aportar mais recursos no setor. A partir de julho, a legislação brasileira proíbe aumento de gastos com pessoal por parte do Executivo, tendo em vista as eleições.

O projeto de lei do SIMERS, cuja construção contou com o auxílio da Fundação Getúlio Vargas (FGV), cria a carreira de médico na saúde, separando-a das demais profissões da saúde. O texto estabelece progressões para o profissional que investe em especializações e faculta a implementação do contrato por metas no âmbito do Sistema Único de Saúde.

"Estamos procurando mostrar caminhos e alternativas com propostas concretas", relatou Argollo. "Vemos dezenas de municípios no interior sem nem um médico sequer, porque as vagas não atraem os colegas, seja pelo baixo salário ou pela falta de perspectivas". Quanto ao contrato por metas -cuja adoção é prerrogativa do gestor -, traria desafogo em áreas de demandas fortemente reprimidas, como reumatologia, oftalmologia, etc. "Se o médico puder pactuar com a Secretaria um número semanal de atendimentos, sem atrelamento à carga horária diária, terá interesse em assumir o cargo", explicou o sindicalista, auxiliado pelo delegado regional do SIMERS, Protógenes da Cunha Nunes.
Fonte : SIMERS



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 868 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)