Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RN: sindicatos da saúde fazem carreata até Distrito Policial para registrar queixa contra Secretaria de Saúde do Estado



21/05/2012
Nesta sexta-feira (18), os sindicatos dos Médicos (Sinmed/RN), dos Trabalhadores em Saúde (Sindsaúde/RN) e dos odontologistas (Soern) estiveram reunidos em frente ao hospital de emergência Walfredo Gurgel, de onde partiram em carreata até o 3º Distrito Policial para solicitar a abertura de um inquérito contra a Secretaria de Saúde Pública do RN (Sesap).

A carreata teve a participação de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e outros trabalhadores da saúde, além da adesão espontânea de populares que apoiam a luta destes profissionais a favor da saúde pública de qualidade.

Os sindicalistas formalizaram a denúncia de omissão de socorro por parte Sesap através de ofício, anexando a ele relatórios de diversos hospitais que acusam o mau funcionamento destas unidades.

Já na delegacia, os representantes dos sindicatos foram recebidos pelo Delegado Natanion de Freitas que afirmou que a partir de agora vai investigar o caso. Porém, a sua jurisdição só atende o caso do Walfredo Gurgel, as denúncias contra os outros hospitais do estado devem ser feitas nas respectivas delegacias.

Na ocasião, o presidente do Sinmed RN, Dr. Geraldo Ferreira, apresentou imagens registradas hoje no Walfredo Gurgel, onde mostra pessoas nos corredores em estado trágico. "As pessoas estão no chão, algumas nuas em leitos sem lençóis", lamenta Dr Geraldo.

O inquérito policial será aberto hoje, todos os fatos serão registrados e os envolvidos serão chamados para prestar depoimento. Mesmo que a greve dos médicos, que já dura 18 dias, ou a greve dos trabalhadores em saúde (46 dias) chegue ao fim, de acordo com o delegado, "o inquérito não se arquiva, mais na frente alguém será indiciado".

Encaminhamentos

A orientação recebida pelos sindicatos é de registrar todos os fatos importantes, para alimentar o inquérito. Os dados podem ser imagens, carta de vítimas e registros de agravamento de casos ou até morte por falta de material adequado para o atendimento.

Infelizmente, material para auxiliar na investigação é o que não falta.

Na próxima semana os sindicatos da saúde vão até o hospital Tarcísio Maia, na cidade de Mossoró, onde vão encaminhar denúncia de falecimento na pediatria do hospital, que ocorreu na semana passada, a Delegacia da região.

Ofício assinado pelo Sinmed, Sindsaúde e Soern e entregue na Delegacia:

"Os sindicatos dos médicos, sindsaúde e soern vem denunciar a esta autoridade policial a grave situação da saúde pública, solicitando providências e responsabilização dos encarregados da gestão.

A autoridade gestora que conseguimos identificar como responsável pelas providências é a secretária estadual de saúde, que tem hoje como titular a sra. Dorinha Burlamarqui, que nomeia diretores e abastece de itens de consumo as unidades, além de gerenciar leitos e vagas de UTI para os que recorrem a assistência pública.

Assim sendo, informamos profundo desabastecimento, conforme relatórios anexos, pacientes nos corredores e a espera de vagas em UTI."
Fonte : Sinmed-RN



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 884 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)