Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RN: médicos federais definem agenda de mobilizações contra MP 568\12


Foto: Sinmed-RN
RN: médicos federais definem agenda de mobilizações contra MP 568\12
Foi definido um dia de paralisação local que será no dia 28 de maio, com uma passeata e um café da manhã com os parlamentares do estado.


21/05/2012
Em assembleia realizada no dia 16, no Sinmed os médicos federais do RN retomaram as discussões acerca do PL 2203 e agora da MP 568. Na assembleia foram esclarecidas algumas questões sobre a medida provisória publicada na semana passada, que nada mais é que o tão falado PL 2203/11. Entre outras coisas a medida prevê a redução do salário dos médicos e ainda a redução dos valores pagos à título de insalubridade e periculosidade.

Entre as decisões e encaminhamentos os médicos deliberaram por retomar o contato com os deputados e senadores, com a imprensa, a fim de esclarecer o tema e tomar medidas jurídicas locais e nacionais através de assessorias e confederações. Foi deliberado, ainda, que os médicos participarão da reunião do conselho deliberativo da Fenam, que acontece na próxima semana em Natal.

Como medida mais forte, foi definido um dia de paralisação local, que será no dia 4 de junho, com uma passeata e um café da manhã com os parlamentares do estado. Finalmente marcou-se um encontro nacional para o dia 15 de junho dos médicos federais, junto a federações, confederações e sindicatos envolvidos para decidirem ações coordenadas para esse enfrentamento.

Durante a assembleia também estiveram presentes os diretores do SintesRN, Sandro Pimentel e Vânia Machado.

Confira a agenda completa das ações:

22/05: Reunião deliberativa do Congresso da Fenam, no hotel Pestana. Os médicos são convidados a comparecerem, hora ainda a ser definida e anunciada pelo Sinmed.

23/05: Reunião no Sinmed, às 19h, com a assessoria jurídica do Sinmed RN e Sintest RN para esclarecimentos sobre a Medida próvisória.

24/05: Abertura do Congresso da Fenam no Teatro Alberto Maranhão, às 20h. O congresso ocorrerá de 24 a 26 de maio. Todos os médicos são convidados a comparecerem a abertura, mesmo quem não for participar do congresso, ocasião em que vão estar presentes os parlamentares do estado, dos quais será cobrado o empenho para não aprovarem o massacre à classe médica explicitada na MP 568\12.

04 de junho: Ato público, com caminhada do HUOL à Maternidade Januário Cicco, às 8h. Às 9 horas, café da manhã com os parlamentares, local a ser definido.

15 de junho: Encontro nacional de médicos, sindicatos, federações e confederações em Natal para discutir a MP 568\12.

Segundo o presidente do Sinmed-RN, Geraldo Ferreira, é preciso articulação de todos através de emendas à MP e ações judiciais para não permitir prejuízo aos médicos do Brasil.

"É importante a adesão de todos os sindicatos médicos do país a essa importante luta contra mais uma tentativa de vilipendiar a nossa remuneração, desta vez com uma agressão a lei nunca testemunhada antes, a transformação de salário em vantagem pessoal e a redução em 50% do salário de quem a partir de então entrar no servio público", explicou.
Fonte : Sinmed-RN



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1308 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)