Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RN: no dia da Independência, marcha "Todos pela Saúde" cobra melhorias no setor


Foto: Sinmed/RN
RN: no dia da Independência, marcha
Presidente da FENAM comandou a marcha Todos pela Saúde em Natal


10/09/2012
As bandeiras da FENAM e do Sinmed-RN anunciavam a passagem de médicos, trabalhadores da saúde, representantes de conselhos regionais, estudantes de medicinas e membros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RN) pelo centro de Natal. Em uma data simbólica, o dia em que é comemorada a Independência do Brasil, o grupo, insatisfeito com o caos da saúde pública no Rio Grande do Norte, saiu às ruas para protestar contra a violação dos direitos da população e a crise instalada nas unidades médicas do estado. A marcha Todos pela Saúde foi realizada na manhã da última sexta-feira (07) e protagonizou momentos de confronto com a Polícia Militar e o Exército. Assista aqui a momentos!

A manifestação, uma iniciativa do Sinmed em parceria com a Federação Nacional dos Médicos (Fenam), convocou a sociedade para as ruas em prol de uma saúde pública de qualidade e reuniu cerca de 200 manifestantes. A população, que acompanhava o desfile cívico, acabou por aderir à caminhada em defesa da saúde e apoiou o movimento.

Gritando palavras de ordem e segurando cartazes, bandeiras e faixas, os participantes do movimento partiram da Praça Sete de Setembro, aproximadamente às 9h30. A passeata passou pela Rua Ulisses Caldas, percorrendo a Avenida Deodoro da Fonseca e a Rua Potengi. Nas proximidades do Palácio dos Esportes, o Exército formou barreiras humanas e tentou bloquear a passagem do grupo para os arredores do palanque onde estava a governadora Rosalba Ciarlini e comandantes das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), na Praça Cívica. Em uma mudança de estratégia, a marcha partiu para a Rua Trairi, porém enfrentou novamente barreira do Exército.

O grupo, então, seguiu para a Maternidade Januário Cicco, ponto de início do desfile militar. Após a passagem de um grupamento de fuzileiros navais, parte dos manifestantes ocupou a Avenida Prudente de Morais, furando o bloqueio da Polícia Militar, para participar do desfile. A Polícia agiu de maneira mais rude, houve bate-boca e troca de empurrões. Elke Cunha, representante da Comissão Nacional de Saúde da OAB, foi agarrada pelo braço por um policial militar e chegou a cair. A secretária de Finanças do SindSaúde (Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do RN), Sônia Godeiro, também foi empurrada.

Ao término do desfile, os manifestantes seguiram pela Avenida Prudente de Morais, entretanto, quando estavam a uma distância de menos de 50 metros do palanque, o Exército formou nova barreira. Os militares empunhavam escudos e cassetetes. Após quase quatro horas de caminhada, a marcha resolveu encerrar a manifestação.

Para o presidente da Fenam, Geraldo Ferreira, o ato público foi uma demonstração de cidadania. "Acho que nós mandamos nosso recado. A governadora Rosalba Ciarlini, do jeito que está conduzindo a gestão, cai no descrédito popular. Ou muda os cuidados com a saúde ou o governo vai por terra", declarou Ferreira. Segundo o presidente, as manifestações contra a crise na saúde e o governo Rosalba vão continuar, com a realização de novos atos.

Ouça na Rádio FENAM o relato do presidente.

Mais fotos da marcha estão disponíveis na página da FENAM no Facebook. página da FENAM no Facebook.
Fonte : SINMED RN



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1024 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)