Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

AM: sindicato pede apoio ao Ministério Público do Trabalho


Foto: SIMEAM
AM: sindicato pede apoio ao Ministério Público do Trabalho
O presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Mario Vianna, expôs que a saúde do trabalhador que atua na área da saúde é uma das mais negligenciadas.


19/09/2012
O presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Mario Vianna, o delegado sindical, Menabarreto e o advogado Jerônimo Pinheiro estiveram reunidos nesta última segunda-feira (17), com o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho 11.° Região, Jeibson Justiniano, para pedir apoio e orientação na aplicação dos compromissos assumidos pela Prefeitura de Manaus e Governo do Amazonas com a categoria médica durante a greve em janeiro.

Durante reunião, Vianna pontuou a necessidade de apoio para que a próxima gestão do município faça o pagamento da insalubridade retroativo a 2008, aplique as vantagens, em cima das 40 horas, para os médicos da Estratégia Saúde da Família (ESF), além do pagamento escalonado do piso nacional pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e Secretaria Estadual de Saúde (Susam) para que sejam retomadas neste ano e garantidas para o orçamento de 2013.

Ele ainda expôs que a saúde do trabalhador que atua na área da saúde é uma das mais negligenciadas. “Os riscos do trabalhador da saúde envolve diversas áreas, como as biológicas e em alguns casos, a gravíssima exposição à radiação ionizante. É um absurdo o que acontece em Manaus”, disse.

O procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho 11.° Região, Jeibson Justiniano, avaliou ser importante o acompanhamento das entidades médicas, através de levantamento técnico com a participação de um engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho, para garantir o percentual da insalubridade que deverá ser pago a cada profissional.

Justiniano alertou que os compromissos assumidos durante a greve e os novos encaminhamentos em defesa dos profissionais devem construídos ainda este ano. “Qualquer discussão de reajuste para 2013 deve ser feito agora. Todo o compromisso político que foi encaminhado não pode ser esquecido”, disse o procurador-chefe.

Segundo Vianna, o Sindicato vai fazer o levantamento, possivelmente com embasamento pericial, das deficiências gerais nas condições de trabalho na saúde pública do Amazonas através da ouvidoria. “Vamos oportunizar, através da ouvidoria do Simeam as importantes contribuições das Sociedades, Cooperativas/Empresas de Especialidades Médicas e de cada médico individualmente na sua área de atuação”, disse.

Durante encontro com o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho, o presidente do Simeam entregou cópia do ofício n° 446/2012, protocolado no MPT no último dia 13, que trata sobre a representatividade legítima do Sindicato dos Médicos do Amazonas junto a Federação Médica da Amazônia (Femam) e Federação Nacional dos Médicos (Fenam).
Fonte : SIMEAM



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1104 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)