Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

ES: sindicato cobra do Estado soluções para a saúde pública


Foto: SIMES
ES: sindicato cobra do Estado soluções para a saúde pública
SIMES está na luta para melhorar a saúde no Espírito Santo.


22/09/2012
O Sindicato dos Médicos do Espírito Santo (Simes) participou na manhã desta última sexta-feira (21) da reunião convocada pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) com a Associação Médica do Espírito Santo (Ames) e representantes da Igreja Católica, Ministério Público e a Secretaria Estadual de Saúde (SESA) para a discussão de propostas para melhorar a saúde no Espírito Santo.

O motivo da reunião são as constantes denúncias da situação precária de atendimento nos hospitais públicos da Grande Vitória, em especial o Hospital São Lucas que foi chamado por um médico que atua na unidade de atendimento de "rascunho do inferno".

Com o desabafo do médico, o Sindicato agiu, fazendo uma visita para fiscalizar o hospital e constatou que, além da superlotação, de pacientes nos corredores e até em macas próximas ao chão, havia falta de higiene e condições sub-humanas para o trabalho dos profissionais e para os pacientes. "Verificamos que haviam pacientes entubados dentro do centro cirúrgico aguardando vagas que não existiam", disse o presidente do Simes e vice-presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Otto Baptista.

Na reunião desta sexta-feira, o Simes apresentou algumas propostas para minimizar o problema da saúde pública no Espírito Santo. De acordo com Baptista, a primeira ação seria a Secretaria Estadual de Saúde assumir a gestão do Hospital da Polícia Militar, prédio onde funciona temporariamente o Hospital São Lucas.

"Hoje a gestão é feita pelos militares e está ligada à Secretaria de Segurança. O espaço físico destinado aos atendimentos do São Lucas é pequeno e há leitos ociosos que poderiam ser aproveitados. Seriam mais leitos disponíveis o que ajudaria a descongestionar os corredores e melhorar a mobilidade e funcionalidade do atendimento", disse Dr. Gustavo Picallo, diretor de Comunicação do Simes que esteve na visita de fiscalização e na reunião com o CRM.

Outra medida seria a compra de leitos, inclusive de UTI, no Hospital da Associação de Funcionários Públicos de Vitória, minimizando o problema da superlotação da rede pública em geral. O Simes também sugeriu que fossem normatizadas as transferências de pacientes dos municípios que possuem unidades de Pronto Atendimento (PAs) para o HSL.

O Simes solicitou ainda à Secretaria de Saúde, investimento financeiro e em equipamentos para os hospitais filantrópicos em municípios do interior do Estado, como é o caso do Hospital Padre Máximo e da Fundação Hospitalar de Domingos Martins na região serrana.

De acordo com Baptista, o Simes está fazendo o seu papel de defender os médicos e os 60 pacientes que estavam no chão do Hospital São Lucas e solicitando a sua interdição ética. "Quando se fala em intervenção ou interdição ética, os gestores não gostam, mas é uma responsabilidade muito grande manter o nosso compromisso de prestar o melhor atendimento e não ficar exposto a ferir o primeiro artigo do código de ética médica, que é causar dano ao paciente".

"Fazemos o papel de acionar o Ministério Público e fica ao encargo dele tomar as devidas providências quanto às denúncias. Não estamos no denuncismo. Temos colocado no papel os problemas que encontramos e colocamos também nossas propostas de solução. Infelizmente os gestores não estão acatando nossas sugestões e não querem discutir os recursos que, muitas vezes, são direcionados para a terceirização. O Simes e a Fenam nunca ficaram omissos", finalizou.
Fonte : SIMES



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1056 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)