Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

SC: falta de recursos humanos mobiliza profissionais na Semana do Médico


Foto: Simesc
SC: falta de recursos humanos mobiliza profissionais na Semana do Médico



05/10/2012
O Abraço à Saúde catarinense é uma das atividades da Semana do Médico organizada pelo Conselho Superior das Entidades Médicas de Santa Catarina (COSEMESC). O evento será realizado no dia 16 de outubro, às 10h30, na emergência do hospital infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis. Outras atividades estão previstas para o período, como a suspensão ao atendimento aos planos de saúde sem acordo entre os dias 15 a 19 de outubro.

"O governo anuncia um pacote de obras para a saúde. Ótimo. Mas quem irá trabalhar nessas unidades de saúde quando elas ficarem prontas? Em junho o Sindicato dos Médicos e parceiros estiveram no infantil e realizamos o primeiro Abraço à Saúde para chamar a atenção para a falta de recursos humanos. O que aconteceu de lá para cá? Muito pouco. O hospital infantil segue com leitos fechados, houve nova e grave denúncia no Instituto de Cardiologia. A população e os profissionais da saúde não podem conviver em risco de atendimento nas emergências, com cirurgias suspensas e nem com a espera por consultas com especialistas. A carência de profissionais de saúde significa dor, cansaço, estresse e desesperança para nós que queremos atender e para nossos pacientes", avalia o presidente do SIMESC, Cyro Soncini.

De acordo com Cyro, em julho, o governador Raimundo Colombo informou ao Sindicato durante reunião que uma auditoria estava sendo realizada nas unidades de saúde para saber a real necessidade de contratação de pessoal. "Não sabemos o resultado da auditoria. Sabemos que as escalas de trabalho continuam com problemas, que os profissionais estão sobrecarregados, que a população está angustiada, que temos um concurso público vigente e que o chamamento desses aprovados é demorado. É preciso agilidade e não apenas somente boa vontade para resolver essa situação", acrescenta.

Planos de saúde

Sobre a suspensão de atendimento dos planos de saúde, Cyro Soncini informa que desde dezembro de 2011, os médicos catarinenses decidiram em assembleia que os pacientes de planos de saúde sem acordo com o COSEMESC serão atendidos mediante a cobrança de valores de acordo com a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM). "Isso significa dizer que os médicos estão cobrando R$ 65 por consulta, emitindo recibo e orientando os pacientes a buscarem o reembolso nas operadoras. Porém, na Semana do Médico, até por orientação do movimento das entidades médicas nacionais, orientamos que em Santa Catarina, os médicos fechem as agendas. O que as operadoras fazem no Brasil é um desrespeito com os profissionais e com os pacientes", lembra.

As Cooperativas Médicas e o SC Saúde têm acordo com o COSEMESC

As operadoras que não têm acordo com as entidades médicas em Santa Catarina são: Agemed, planos de saúde regionais e todos os planos do grupo Unidas - Assefaz, Brasil Foods, Capesesp, Cassi, Celos, Conab, Correios Saúde, Eletrosul, Elos Saúde, Embratel, Fassincra, Funservir, Geap, Petrobrás, Proasa, Pró-Saúde Alesc, Saúde Caixa, Sesef, Tractebel Energia.
Fonte : SIMESC



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1133 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)