Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RN: sindicatos e população se unem para realizar protesto


Foto: Sinmed-RN
RN: sindicatos e população se unem para realizar protesto
A mobilização contou com a adesão de representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do RN.


03/01/2013
Já se passaram oito meses de greve dos médicos do Estado do Rio Grande do Norte e a situação permanece sem uma solução. Sem terem suas reivindicações atendidas e sem nenhuma perspectiva de que o Governo faça uma negociação justa, a categoria continua sem exercer suas atividades e a crise na saúde pública se agrava a cada dia.

Cientes de que os problemas na saúde pública são apenas uma parte de todos que envolvem a gestão atual do RN, o Sindicato dos Médicos do RN (Sinmed) realizou na manhã desta quarta-feira (2) o movimento ‘Fora Rosalba’, que já está em sua segunda edição. Na ocasião, profissionais de diversos setores realizaram uma caminhada em protesto saindo da rua João Pessoa, no centro da Cidade até o Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira dos Santos, no bairro de Petrópolis, gritando em alto e bom tom as palavras de ordem ‘Não dá, não dá, não dá para aguentar, o povo tá querendo, Rosalba fora já!’.

De acordo com o presidente do Sinmed e da Federação Nacional dos Médicos - FENAM, Geraldo Ferreira, o movimento tem por objetivo despertar a população para lutar contra a má administração do Estado. “Esse protesto é um reforço a nossa luta desencadeada durante todo o ano, pois há um descaso completo por parte do Governo para com o povo. Há muito marketing, muita propaganda, mas na verdade, poucas realizações e a população está percebendo isso. Há um grito de revolta da sociedade, entendendo que o RN não pode tomar o mesmo rumo que Natal tomou na última administração, que se encerra melancolicamente com todos os serviços públicos desestruturados. Estamos convidando a população para juntos evitarmos que o mesmo aconteça com o Estado, pois é importante nos unirmos. A nossa luta é a favor deles, para podermos atender bem e servir a população”, disse Geraldo Ferreira.

A mobilização contou com a adesão de representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do RN (Sindsaúde), Sindicato dos Odontologistas do RN (Soern), Sindicato dos Servidores da Administração Indireta do RN (Sinai), Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte) Sindicato dos Profissionais de Enfermagem, Técnicos, Duchistas, Massagistas e Empregados em Hospitais e Casas de Saúde do RN (Sipern), que durante o ano de 2012, enfrentaram sérios problemas provocados pelo descaso com a saúde pública.

Para a presidente do Sindsaúde, Sônia Maria Godeiro, “o problema do Rio Grande do Norte é devido à gestão desastrosa que temos no momento e tememos que aconteça no Estado o mesmo que aconteceu na cidade de Natal. Todos os setores públicos do RN caminham para a decadência e precisamos evitar que isso aconteça. Por isso, nos unimos e convidamos a população a lutar conosco, por uma gestão de qualidade em nosso Estado, pois esse descaso não pode continuar”, disse Sônia Godeiro.

SERVIDORES MUNICIPAIS

A luta dos servidores do Estado permanece sem trégua, enquanto que os do Município já começam a respirar aliviados, após o pagamento dos salários de cerca de 80% do funcionalismo ter sido efetuado, na última quinta-feira (27). O Sindicato dos Servidores Municipais de Natal (Sinsenat) aguardava desde o último dia 19 de dezembro uma decisão judicial, após a direção da entidade mover uma ação judicial solicitando o bloqueio de recursos da Prefeitura de Natal para garantir pagamento dos servidores.

Além disso, a categoria se preparava para deflagrar nova greve, mas segundo a presidente do Sinsenat, Soraya Godeiro, a categoria suspendeu o indicativo por tempo indeterminado. “Faríamos hoje uma assembléia para debater sobre as medidas que tomaríamos caso o pagamento não fosse efetuado. Mas como a maioria dos servidores já recebeu, estamos aguardando, pois faltam os servidores que recebem acima de R$3 mil serem pagos. Mesmo assim, nossa luta não parou e já entregamos para a equipe de transição da gestão municipal, toda a pauta de reivindicações dos servidores e esperamos que a próxima gestão assuma o compromisso de atender e respeitar a nossa luta”, disse Soraya Godeiro.
Fonte : Sinmed-RN



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 978 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)