Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

PA: Hospital de Clínicas vai pagar plantões atrasados


Foto: Divulgação/Internet
PA: Hospital de Clínicas vai pagar plantões atrasados
Para melhorar as condições de atendimento no hospital, o Estado prometeu a ampliação do Serviço de Apoio à Triagem (SAT).


01/02/2013
A direção do Hospital de Clínicas Gaspar Viana garantiu, em reunião realizada com representantes do Sindmepa, que irá pagar no lançamento da folha de fevereiro/2013 a pendência de um plantão de doze horas para todos os médicos lotados no Serviço de Apoio à Triagem (SAT) e Serviço de Emergência Cardiológica (Serc) do HCGV.

A reunião atendeu pedido dos cerca de 20 médicos que atuam no hospital e denunciaram ao Sindmepa falta de condições de trabalho, de materiais, atraso nos plantões e falta de equipamentos básicos como “tomógrafos, respiradores, monitores e ambú, que precisam ser substituídos e cujas quantidades não satisfazem as necessidades e exigências do serviço”.

A diretora do hospital, Ana Lydia Ribeiro Cabeça, disse que entre os problemas do estabelecimento estão a lentidão do processo licitatório para aquisição de equipamentos e a falta de regulação, principalmente na Grande Belém, que acaba sobrecarregando o hospital com pacientes que deveriam ser atendidos em unidades de urgência e emergência.

Quanto à melhoria na remuneração, a proposta do governo é a implantação do PCCR, que vai acabar de vez com os desníveis salariais e garantir uma carreira com ascensão funcional ao médico do Estado.

A direção do hospital alegou que nos últimos anos os problemas de atendimento do HC se avolumaram por conta do aumento de pacientes fora do perfil do atendimento do HC, unidade hospitalar para atendimento de média e alta complexidade nas especialidades de psiquiatria, cardiologia e nefrologia.

Para melhorar as condições de atendimento no hospital, o Estado prometeu a ampliação do Serviço de Apoio à Triagem (SAT). “O problema é que somente o HC faz, de fato, atendimento cardiológico. Os outros que deveriam fazer (Ordem Terceira, Beneficente Portuguesa e Ophir Loyola, não atuam nessa área”, observou João Gouveia, diretor administrativo do Sindmepa.
Fonte : SINDMEPA



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1038 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)