Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

CAS deve confirmar medida para coibir desvio de medicamentos da rede pública


Foto: Divulgação/Internet
CAS deve confirmar medida para coibir desvio de medicamentos da rede pública
O projeto de lei torna obrigatória tarja de identificação nesses remédios.


26/03/2013
A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) deve votar na quarta-feira (27), em turno suplementar, projeto que tem por objetivo inibir o desvio de medicamentos dos serviços públicos de saúde. A proposta (PLS 55/2012) foi aprovada, na forma de substitutivo, na última quarta (20).

O projeto de lei torna obrigatória tarja de identificação nesses remédios para evitar que sejam furtados para uso ou venda ilegal. Como a decisão na CAS é terminativa, após a aprovação, se não houver recurso, o projeto seguirá para a Câmara dos Deputados.

Segundo a autora do texto original, senadora Vanessa Grazziotin, evitar esse tipo de prática se torna ainda mais urgente quando se constatam as insuficiências apresentadas pelos serviços públicos de saúde.

“Além de toda a carência estrutural do sistema público de saúde, o desvio de produtos essenciais para a assistência provoca o agravamento da precariedade das condições em que a assistência à saúde é prestada, ampliando as dificuldades de acesso aos medicamentos e à atenção à saúde em geral”, argumenta a senadora na justificativa do projeto.

Relator do projeto na comissão, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) elogiou a proposta em Plenário nesta sexta-feira (15) e adiantou que seu voto será pela aprovação. Para ele, o fato de o medicamento ter uma tarja impressa servirá, no mínimo, para constranger quem estiver contribuindo para os desvios.

– Pelo menos a tarja estará já impressa, dizendo que é proibida a venda, porque o medicamento é de uso público – disse.

Como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) regulamentou recentemente o padrão de identidade visual de medicamentos adquiridos pelo Ministério da Saúde para distribuição no Sistema Único de Saúde (SUS), o relator optou por alterar a proposição. A sugestão é incluir na Lei 8.666/93 , que trata das licitações, a previsão da identificação.

A reunião da CAS está marcada para quarta-feira (27), às 9h, na sala 9 da Ala Alexandre Costa.
Fonte : Agência Senado



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 785 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)