Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RS: mais de mil médicos vão às ruas pela saúde em Porto Alegre


Foto: SIMERS
RS: mais de mil médicos vão às ruas pela saúde em Porto Alegre
Enquanto a manifestação ocorria na praça, os presidentes das entidades médicas, residentes e estudantes foram recebidos pelo secretário estadual da Saúde, Ciro Simoni.


04/07/2013
Mais de mil médicos, residentes e estudantes ocuparam às ruas do centro de Porto Alegre na tarde desta quarta-feira (3) em defesa de carreira de estado para médicos e mais investimentos no SUS. A mobilização #vempraruapelasaúde começou com a concentração em frente do Museu de Histórica da Medicina (prédio do Beneficência). Às17h, os médicos seguiram em caminhada pela rua Duque de Caxias até a Praça da Matriz, onde os presidentes do SIMERS, Paulo de Argollo Mendes; do CREMERS, Rogério Aguiar; e da AMRIGS, Dirceu Rodrigues, foram recebidos pelo presidente da Assembleia Legislativa, Pedro Westphalen, na entrada do Palácio Farroupilha.

Argollo entregou documento a Westphalen com as reivindicações da categoria: aprovação da PEC 454 que cria a carreira de estado para médico; a destinação de 10% da receita da União para o SUS; e a revalidação de diploma para todos os médicos estrangeiros que venham a atuar no Brasil. Argollo estava acompanhado dos dirigentes das entidades e do presidente da Câmara dos Vereadores da Capital, Thiago Duarte. "Como médico apoio integralmente a pauta do movimento e como presidente da Assembleia, vou levar as reivindicações ao conhecimentos dos deputados", declarou Westphalen, em cima do carro de som, em frente ao Palácio Piratini.

"Coletamos 1,2 milhão de assinaturas para o governo federal investir 10% da receita na Saúde. O projeto foi aprovado pelo Congresso Nacional e vetado pela presidente Dilma, que aplica apenas 4,4% da receita da União em Saúde. Não é médico que tira paciente de maca de corredor de emergência. É leito. É investimento", criticou Argollo.

Enquanto a manifestação ocorria na praça, os presidentes das entidades médicas, residentes e estudantes foram recebidos pelo secretário estadual da Saúde, Ciro Simoni, no Salão dos Espelhos, na ala residencial do palácio Piratini. Simoni disse que estava ali a pedido do governador e que uma audiência seria marcada para que a categoria entregasse suas reivindicações a Tarso Genro.


MANIFESTAÇÕES PELO ESTADO
Além da capital Porto Alegre, ocorreram manifestações em Caxias do Sul, Passo Fundo, Rio Grande, Pelotas, Santa Maria e Santa Cruz do Sul. Foram realizados atos públicos, caminhadas e confecção de faixas e cartazes. .

O MOVIMENTO
O movimento é uma reação à falta de ação do governo federal para melhorar a saúde no País. Pesquisa do Datafolha mostrou que 48% dos brasileiros apontam a saúde como principal problema na gestão de Dilma Rousseff. A insatisfação cresce a cada dia e virou um dos focos dos protestos que tomaram as ruas nas últimas semanas em todo o País.


Para garantir assistência adequada e que é direito da população, o movimento médico quer a aprovação urgente da PEC 454 que cria a carreira de estado para a categoria (semelhante a de juízes e promotores), do projeto de iniciativa popular "Saúde + 10", que destina 10% da receita da União para o SUS, e exigência de que médicos vindos do Exterior sejam aprovados no exame Revalida para atuar no Brasil.

No Estado, as manifestações são organizadas pelo Sindicato Médico do RS (SIMERS), pelo Conselho Regional de Medicina do RS (CREMERS), pela Associação Médica do RS (AMRIGS), pelo Núcleo Acadêmico SIMERS (NAS) e pela Associação dos Médicos Residentes do RS (AMERERS).
Fonte : SIMERS



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1148 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)