Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Confirmação de apenas 6% no Mais Médicos não é surpresa para FENAM


Foto: Divulgação Internet
Confirmação de apenas 6% no Mais Médicos  não é surpresa para FENAM
Dos 404 municípios que vão receber médicos, 213 estão em regiões com 20% ou mais de sua população em situação de extrema pobreza, 111 em regiões metropolitanas, 24 são capitais.


07/08/2013
938 profissionais confirmaram participação no Mais Médicos, o que equivale a 6% da demanda dos municípios, não foi surpresa para a Federação Nacional dos Médicos (FENAM). O presidente da entidade, Geraldo Ferreira, declarou após apresentação dos dados pelo Ministério da Saúde, que já imaginava o resultado do Programa pela falta de direitos trabalhistas e condições de exercer a medicina. Para ele, num primeiro momento a proposta até agradaria o volume de médicos subempregados, mas depois as falhas iriam sobressair.

"Nós comprovamos o que citamos desde o início. Houve grande procura de médicos que vivem de bico, mas eles no final não trocariam um bico por outro e sairiam de onde estão para um lugar sem segurança alguma".

16.530 profissionais com diploma brasileiro ou revalidado preliminarmente se inscreveram e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha anunciou ontem (06) que o prazo para homologação e escolha de municípios será prorrogada até esta quinta-feira (8) à meia-noite. Ferreira ainda afirma que "até mesmo os que forem até o fim das inscrições correm grande risco de desistirem quando forem ver os seus locais de trabalho". Outro ponto destacado que causou a baixa adesão, foi devido à devolução do pagamento das bolsas recebido, caso o profissional não cumpra os três anos estabelecidos pelo Mais Médicos.

A FENAM defende a realização de concurso público com carreira de estado para assegurar as causas trabalhistas e a fixação do profissional com possibilidade de ascensão nos municípios. Outra bandeira de luta da entidade que está relacionada a levar médicos para o interior, é o maior financiamento da saúde, propiciando exercer uma medicina de qualidade para atender com dignidade a população brasileira.
Fonte : Fernanda Lisboa



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 954 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)