Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

FENAM e entidades médicas fazem ato público hoje no Congresso contra o programa Mais Médicos


Foto: Valter Campanato/ABr
FENAM e entidades médicas fazem ato público hoje no Congresso contra o programa Mais Médicos
Entidades são contra os vetos da presidente Dilma Roussef à Lei do Ato Médico e a importação de profissionais estrangeiros sem a revalidação do diploma


08/08/2013
A Federação Nacional dos Médicos (FENAM) e outras quatro entidades médicas nacionais se reunirão com deputados e senadores hoje para discutir os vetos da presidente Dilma à Lei do Ato Médico (12.842/13), a Medida Provisória (MP 621/13) que cria o programa Mais Médicos e a atual crise na saúde.

Representantes da FENAM, da Associação Médica Brasileira (AMB), da Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Federação Brasileira de Academias de Medicina (FBAM) participarão de uma marcha que incluirá um ato público, às 13 horas, no auditório Nereu Ramos (na Câmara), e uma manifestação, às 16h30, ao redor do Congresso Nacional. As entidades são contra os vetos e a MP 621/13.

Polêmicas
Entre os artigos vetados pelo Executivo na Lei do Ato Médico, está a exclusividade dos médicos na formulação do diagnóstico de doenças e na indicação de órteses e próteses, inclusive oftalmológicas, o que já gerou protestos no País.

Já a comissão mista que vai analisar a MP 621/13 não foi instalada nesta quarta-feira (7) por falta de quórum - uma nova tentativa será feita no próximo dia 13. A finalidade do programa Mais Médicos é formar recursos humanos na área médica para o Sistema Único de Saúde (SUS). Entre outros pontos, a MP estabelece novos parâmetros para a formação médica no Brasil e prevê oferta de bolsas para curso de especialização de três anos em atenção básica de saúde, inclusive para médicos estrangeiros, em regiões prioritárias do SUS. A medida, porém, tem gerado polêmicas desde a sua edição.


Agenda

9h30 – concentração no auditório Nereu Ramos e visita das delegações estaduais aos gabinetes dos parlamentares dos respectivos estados

13 horas – ato público no mesmo local, com a presença de deputados e senadores

16h30 – manifestação pública em volta do Congresso Nacional (Marcha à Brasília



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 907 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)