Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Votação dos vetos ao Ato Médico: presidente da FENAM convoca categoria a ocupar o Congresso


Foto: Fernanda Lisboa
Votação dos vetos ao Ato Médico: presidente da FENAM convoca categoria a ocupar o Congresso
Preocupada com o futuro da medicina brasileira, a FENAM está incentivando também a vinda de estudantes de todo país.


16/08/2013
Nesta terça-feira (20), os vetos presidenciais à lei que regulamenta o exercício da medicina serão examinados em sessão conjunta, por deputados e senadores. O presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Geraldo Ferreira, em nome dos sindicatos médicos brasileiros, convoca toda categoria (médicos, residentes, professores e estudantes) para ocupar o Congresso Nacional e para seguir as orientações do Comitê Nacional de Mobilização das Entidades Médicas. A sessão será realizada às 19h e os parlamentares simpatizantes à causa, Paulo Davim (PV/RN) e Eleuses Paiva (PSD/SP), requisitaram o auditório Nereu Ramos da Câmara para concentração do movimento durante o dia.

"O dia 20 será decisivo. O que almejamos, depende de nós. Se estivermos presentes e pressionarmos o Congresso, mostrando a força da nossa união, certamente conseguiremos derrubar os vetos. Então todos em Brasília", ressaltou Ferreira.

Entre algumas orientações do Comitê, está a solicitação para que os médicos estejam desde a manhã do dia 20 visitando os parlamentares e dando continuidade ao trabalho de sensibilização sobre as contrarrazões aos vetos do Ato Médico. Serão entregues kits aos presentes com as atividades do dia. Preocupada com o futuro da medicina brasileira, a FENAM está incentivando também a vinda de estudantes de todo país. As entidades médicas enviaram ofício aos coordenadores de curso de medicina com informes sobre a mobilização e pedindo a liberação dos interessados em comparecer. Para maiores informações entrem em contato na secretaria da entidade no número (61) 3042-3700.

Dilma Rousseff sancionou o Ato Médico com vetos, sendo o mais questionado o que atribui a formulação de diagnóstico de doenças e a respectiva prescrição terapêutica como atividade privativa dos médicos. O texto aprovado foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) no dia 11 de julho. Logo após a publicação, senadores defenderam a derrubada dos vetos e lamentaram que a presidenta não tenha respeitado o trabalho do Congresso durante 11 anos e a falta de diálogo do governo.

Será a primeira sessão a ser realizada de acordo com a nova resolução aprovada no mês passado, a qual busca evitar acúmulos, estabelecendo que os vetos devem ser apreciados em 30 dias. Caso o prazo não seja respeitado, a pauta do Congresso ficará "trancada" e não ocorrerá nenhuma outra votação.

Também serão analisados outros assuntos considerados polêmicos, como as mudanças nas regras de partilha do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e a extinção da multa adicional de 10% sobre o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
Fonte : Fernanda Lisboa



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1346 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)