Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Faltam 10 dias para o Congresso Charles Damian


Foto: FENAM
Faltam 10 dias para o Congresso Charles Damian



18/11/2013
Entre os dias 28 e 30 de novembro, o Rio de Janeiro sediará o Congresso Extraordinário Charles Damian, em comemoração aos 40 anos da Federação Nacional dos Médicos (FENAM). A expectativa é que o evento reúna 150 participantes, entre delegados e convidados de todo o Brasil, no Hotel Windsor Guanabara, no centro da capital fluminense.

Durante a cerimônia de abertura, marcada para às 20h da próxima quinta-feira (28), serão realizadas homenagens à personalidades médicas e parlamentares que se destacaram na luta a favor da categoria. Na ocasião, também será lançado um selo dos Correios, comemorativo ao aniversário da FENAM, além da divulgação do documentário contendo depoimentos, histórias e fatos marcantes das últimas quatro décadas da entidade.

Para participarem do Congresso, os sindicatos médicos filiados à FENAM estão realizando assembleias locais para eleição dos delegados. O último prazo para recebimento da documentação de credenciamento dos delegados pela FENAM expira nesta quarta-feira (20).

Também está na programação do evento a realização de debate e votação de reforma estatutária da FENAM, além de discussão sobre a conjuntura nacional. A FENAM reúne 53 sindicatos de todo o Brasil e representa 400 mil médicos. Confira aqui a programação completa.

FENAM 40 ANOS: O que durante muitos anos era apenas um ideal para um pequeno grupo de médicos, que tinham como meta unir a categoria e torná-la mais forte em torno das conquistas que se faziam necessárias, passou a ser realidade em 30 de novembro de 1973. Foi quando dirigentes dos sindicatos médicos do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia, Minas Gerais e Pernambuco, liderados pelo Dr. Charles Damian, fundaram a Federação Nacional dos Médicos.

Em 2013, a entidade completa 40 anos de luta em defesa dos interesses dos médicos e em busca de uma saúde pública de qualidade. Confira as principais bandeiras de luta:

• Desprecarização do trabalho médico;
• Médicos federais: recuperação da gratificação de desempenho (GDM);
• Regulamentação da Medicina;
• Piso FENAM;
• Planos de Cargos, Carreiras e Vencimento – PCCV;
• Ensino de qualidade na Medicina;
• Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras - REVALIDA;
• Não à abertura indiscriminada de escolas de Medicina;
• Assistência digna na saúde pública brasileira;
• 10% da receita corrente bruta da União para a saúde;
• Combate, punição e devolução de recursos desviados da saúde;
• Não às terceirizações do serviço público de saúde;
• Não à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares- EBSERH;
• Não aos abusos dos planos de saúde.


Fonte : Valéria Amaral



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1005 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)