Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar




Palavras-chave

Leonardo Boff abre o II Semin?rio Nacional de de Integra??o M?dico/M?dia



09/05/2006
O II Semin?rio Nacional de Integra??o M?dico/M?dia realizado pela Federa??o Nacional dos M?dicos (FENAM), na ?ltima quinta e sexta-feira (04 e 05 de maio), no Hotel Gl?ria, Rio de Janeiro, reuniu cerca de 200 participantes entre m?dicos, jornalistas, publicit?rios e estudantes dessas ?reas, al?m de professores, dirigentes de empresas e entidades do setor de sa?de, entre outros. O evento, gratuito, foi promovido pelo segundo ano consecutivo e teve por objetivo colaborar com os profissionais de sa?de no seu relacionamento com a m?dia e simplificar o trabalho da imprensa, auxiliando os jornalistas a entenderem melhor o setor.



O semin?rio foi aberto pelo m?dico e secret?rio de Imprensa e Divulga??o da Fenam, Jos? Roberto Cardoso Murisset, que ressaltou a finalidade do evento como troca de experi?ncia. O primeiro palestrante foi o professor e escritor Leonardo Boff, que enfocou ?A ?tica da Vida?.

Para ilustrar sua fala, Leonardo Boff apresentou o v?deo "Carta da Terra, valores e princ?pios para um futuro sustent?vel". A Carta da Terra aponta os caminhos que a humanidade ter? de trilhar para assegurar a sobreviv?ncia da esp?cie, definindo as diretrizes gerais para o desenvolvimento auto-sustent?vel e estabelecendo novos princ?pios para reger as rela??es entre governo, povos e o planeta no s?culo XXI.



Boff explicou que tratar da vida, hoje, ? uma quest?o estrat?gica; ? o mesmo que tratar do futuro da humanidade. O escritor disse que ? preciso refletir sobre a vida e citou o cientista Carl Sagan, que sempre discutiu o papel do homem no universo e a rela??o existente entre todas as coisas e a capacidade do ser humano de tornar o mundo melhor.



?H? interdepend?ncia entre a sa?de humana e a do planeta?, afirmou Leonardo Boff, acrescentando que a descoberta do c?digo gen?tico mostrou que todos os seres vivos t?m o mesmo alfabeto gen?tico de base. Demonstrando sua preocupa??o com a sa?de do planeta, Boff citou outro cientista, James Lovelock, que em seu livro "A Vingan?a de Gaia" tratou como um grave problema o efeito estufa que chegou a um ponto em que bilh?es poder?o morrer ainda neste s?culo. ?A Terra entrou em coma e est? perdendo sua capacidade de regenera??o. N?o sabemos o pre?o que estamos pagando pelo crescimento, os recursos naturais s?o limitados?, disse.



Leonardo Boff assinalou que ? preciso criar estrat?gias ecol?gicas para que a vida continue a evoluir. ?N?s co-evoluimos, a vida deve ser uma preocupa??o de todos os seres vivos. Todos os seres vivos usam a biosfera?, disse.



O escritor lembrou que os seres humanos s?o mam?feros e que entre os mam?feros existe a afei??o entre m?e e filho e, segundo ele, essa afei??o ? um dado da natureza. ?A maior crise hoje ? a da sensibilidade humana, temos de ressuscitar essa por??o mam?fero do homem?, afirmou.



Para Leonardo Boff, o homem pode decidir entre ser o jardineiro ou assassino da vida transformando o Jardim do ?den no matadouro. ?Em vez de sermos o Sat? podemos ser o anjo da guarda, da? a import?ncia de nos conscientizarmos e zelarmos pela vida?. Leonardo Boff afirma que hoje toda a biologia faz cr?ticas ? teoria evolucionista de Charles Darwin, que n?o v? o que existiu h? 12 bilh?es de anos. ?Cada ser ? importante, mesmo o mais fraco. Subjugamos a ?gua, o solo, os microorganismos. S? t?m valor quando entram na l?gica utilit?ria?, disparou.



O escritor e pensador ressaltou que n?o ? preciso ?satanizar? a biotecnologia. ?N?s sustentamos que a tecnologia para a vida ? uma ben??o?. Para Boff h? muitos desafios como o da globaliza??o. ?Como combinar a unidade e a diversidade??, questionou.



Convocando todos a uma reflex?o, Boff disse que ?o valor que a vida nos pede ? o cuidado?. A ?tica do cuidado, segundo ele, ? o eixo estruturador de toda a ?tica. ?Hoje ? atual falar de ethos, cuidar da terra, da comunidade da vida, com compreens?o e paix?o. Temos de amar o planeta sen?o n?o vai haver futuro. A ?tica da coopera??o e da solidariedade define a ess?ncia do ser humano. N?s somos seres humanos quando somos cooperativos uns com os outros?, destacou.



Ao falar do amor e solidariedade do ser humano para com o seu semelhante, Leonardo Boff lembrou a biografia do m?dico Albert Schweitzer que na ?frica cuidou de hansenianos. ??tico ? tudo que protege e expande, nenhum te?rico colocou a vida como centro?, concluiu.







Fonte : Imprensa Fenam - cobertura do II Semin?rio Nacional de Integra??o M?dico/M?dia - 06/05/2006



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 424 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)