Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar




Palavras-chave

Retrato do alcoolismo



23/02/2007
No Brasil, 12,3% das pessoas com idades entre 12 e 65 anos s?o dependentes de ?lcool, de acordo com a ?ltima pesquisa da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) sobre uso de drogas no pa?s, feita em 2005. O n?mero subiu mais de 1% em rela??o ? pesquisa anterior, de 2001. A produ??o de bebidas alco?licas se expande a cada ano e tudo indica que o consumo cresce em toda a Am?rica Latina.



Embora os dados indiquem um grave problema epidemiol?gico e a necessidade de provid?ncias urgentes, pesquisadores destacam a inexist?ncia de informa??o cient?fica suficiente para direcionar pol?ticas p?blicas no setor. Por isso, um grupo liderado pelo m?dico Arthur Guerra de Andrade, professor do Departamento de Psiquiatria da Universidade de S?o Paulo (USP), decidiu desenvolver uma ampla pesquisa sobre os padr?es de consumo de ?lcool nos pa?ses latino-americanos.



?Tudo o que temos s?o dados fragment?rios, colhidos por metodologias diferentes, que n?o fornecem uma fotografia objetiva sobre o consumo de ?lcool na Am?rica Latina. Queremos saber o quanto se bebe em cada regi?o. Mas tamb?m precisamos saber quem s?o os consumidores, qual o contexto social do consumo, quais s?o as bebidas e quais s?o os impactos sociais, por exemplo?, disse Andrade ? Ag?ncia FAPESP.



Andrade pretende angariar fundos para a pesquisa por meio do Centro de Informa??es sobre Sa?de e ?lcool (Cisa), organiza??o n?o governamental da qual ? presidente. ?Para termos uma amostra razo?vel, com dados confi?veis, projetamos fazer o levantamento, baseado em entrevistas, em 45 localidades de 33 pa?ses?, disse. Em uma avalia??o preliminar, os pesquisadores calcularam que a pesquisa custaria mais de US$ 3,5 milh?es.



Jim Anthony, professor do Departamento de Epidemiologia da Escola de Medicina da Universidade do Estado de Michigan, nos Estados Unidos, um dos principais especialistas do mundo em ?lcool e drogas, foi convidado para participar do estudo. Anthony veio ao Brasil em fevereiro para discutir o projeto, a convite do Cisa. ?Pretendemos ter os dados dispon?veis a curto prazo, o que significa de dois a tr?s anos, em termos epidemiol?gicos?, disse Andrade.





Padr?es e diferen?as regionais



De acordo com Arthur Guerra de Andrade, ? praticamente imposs?vel fazer uma avalia??o objetiva sobre o consumo de ?lcool sem um painel de informa??es de grandes dimens?es.



?O ?lcool ? uma droga especial, porque ? legalizada e de grande abrang?ncia. O mundo lida com ele de uma forma confusa. H? grandes interesses comerciais envolvidos e, sem dados cient?ficos, cada um tende a fazer as an?lises de acordo com seus interesses?, disse.



Segundo o professor da USP, com a falta de dados espec?ficos para cada regi?o, a Organiza??o Mundial da Sa?de (OMS) trata o consumo de ?lcool de maneira uniforme. ?? como se houvesse um padr?o ?nico de consumo. Mas suspeitamos que o consumo de cerveja e cacha?a, por exemplo, seja muito diferente. E que os impactos de cada bebida variem com o padr?o de consumo em cada regi?o. Mas n?o podemos fazer infer?ncias rom?nticas. Pol?ticas p?blicas se fazem com dados cient?ficos s?lidos?, disse.



O pesquisador afirma que a Am?rica Latina precisa ser vista com aten??o, uma vez que conta com um crescimento importante no consumo de ?lcool, mas n?o sabe se h? um s? padr?o de consumo no continente.



?Desconfio que vamos encontrar padr?es regionais do uso de subst?ncias alco?licas, provavelmente n?o limitados ? demarca??o pol?tica dos territ?rios. No Brasil, dever? haver diferen?a entre padr?es regionais?, disse.







Fonte : Ag?ncia Fapesp - 23/02/2007



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 452 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)