Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

CPMF: governo est? aberto ?s negocia??es at? o ?ltimo momento, afirma Dilma Rousseff



11/12/2007
Bras?lia - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, afirmou nesta ter?a-feira (11/12), que o governo estar? aberto ?s negocia??es em torno da prorroga??o da Contribui??o Provis?ria sobre Movimenta??o Financeira (CMPF) at? o ?ltimo momento.



?O governo vai at? o ?ltimo momento ficar aberto ?s discuss?es e ?s negocia??es, porque julgamos que esse ? um compromisso com a Na??o, com o pa?s. A CPMF vai para os mais pobres, vai para o Bolsa Fam?lia, para a sa?de e para a aposentadoria rural?.



A ministra defendeu que o imposto ? relevante para o pa?s, "e n?o s? para este governo, mas para todos os governadores de estado".



De acordo com a ministra, sem a CPMF o Sudeste perder? algo como R$ 15 bilh?es; o Nordeste, R$ 10 bilh?es; o Sul, R 5 bilh?es, e o Centro-Oeste e o Norter algo em torno de R$ 2 bilh?es cada.



?Acreditamos que a CPMF ? algo que n?o pode ser tratado como qualquer outro elemento da pol?tica ou da pauta de discuss?es, que necessariamente existe em cada momento diferenciadamente?, defendeu.



As declara??es da ministra foram dada ap?s a cerim?nia da entrega do Pr?mio Direito Humanos 2007, no Pal?cio do Planalto.













Fonte : Ag?ncia Brasil - 11/12/2007



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 533 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade FENAM
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da FENAM




Enquete

Você é filiado ao seu sindicato?


Não
Sim
Opa, selecione uma op��o.









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)